Presidente da Federarroz defende parcerias entre países da América Latina

 

O papel da organização dos agricultores no aumento da competitividade do setor arrozeiro foi o tema abordado pelo presidente da Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul (Federarroz), Henrique Dornelles, durante a XII Conferência Internacional do Arroz para a América Latina e Caribe, realizada no teatro do prédio 40 da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), em Porto Alegre (RS). A palestra encerrou o ciclo de debates ocorrido no evento.

 

Dornelles apresentou ao público o trabalho da entidade em relação à discussão de políticas públicas junto aos governos e setores da sociedade. Lembrou como um dos exemplos a aceitação do atual governo gaúcho da indicação feita pelo setor produtivo dos novos diretores do Instituto Riograndense do Arroz (Irga), o que foi um marco para a cadeia. Salientou também as parcerias com as mais diversas associações na defesa dos interesses dos arrozeiros. "Trabalhamos com as mais diversas esferas da governança para aumentar nossa competitividade e não para ficar pedindo subsídios. Temos a verdadeira clareza que o nosso problema é da porteira para fora", explica.

 

O presidente da Federarroz ressaltou que o produto gaúcho é considerado um dos de maior qualidade do mundo, inclusive atestado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) como livre de substâncias prejudiciais à saúde. Na presença de autoridades internacionais, Dornelles reforçou a vontade da federação em criar um ambiente de troca de experiências e tecnologias com outros países, mas reforçou que também é necessário trabalhar uma maior relação comercial entre os países produtores na América Latina. "Muitas vezes sofremos com esta concorrências de países que não colaboram com o Flar (sigla em espanhol para Fundo Latinoamericano de Arroz Irrigado). O Rio Grande do Sul tem qualidade para exportar para qualquer país", observa.

 

A XII Conferência Internacional do Arroz para a América Latina e Caribe, que se encerrou nesta quarta-feira, foi organizada pelo Instituto Riograndense do Arroz (Irga), Fundo Latinoamericano de Arroz Irrigado (Flar), Centro Internacional de Agricultura Tropical (Ciat) e Aliança Global para a Pesquisa do Arroz (Grisp).

 

Foto: AgroEffective/Divulgação

Please reload

Últimos Releases
Please reload