Parceria oportuniza qualificação em olivicultura em Portugal

 

Uma parceria da Associação Riograndense de Olivicultores (Argos) e da Escola Superior Agraria do Instituto Politécnico de Bragança, de Portugal, estará levando para o país europeu 25 interessados em conhecer mais sobre as características técnicas do setor olivícola. A ideia é qualificar técnicos de todo o Brasil para atuarem no segmento.

 

Os participantes terão aulas com 11 doutores e mestres em olivicultura reconhecidos internacionalmente. Segundo o presidente da Argos, Guajará Oliveira, o objetivo deste curso é dar um conhecimento técnico mais aprimorado sobre todo o segmento para ampliar as possibilidades de trabalhar a questão da implantação da olivicultura  no Rio Grande do Sul e no Brasil. "Essa visão ampliada do setor fará com que se amplie, também, a forma e o tratamento da olivicultura como opção agrícola com a segurança necessária que o setor precisa", enfatiza.  

 

Oliveira reforça que serão tratadas questões que vão desde a escolha de áreas para o plantio passando pela escolha das melhores variedades para produção de azeites de qualidade e pela escolha e conhecimento de variedades que podem dar a opção de produção de azeitonas de mesa. Também passa por questões mais específicas que são a elaboração de azeites e azeitonas de mesa, conhecimento de estocagem e armazenagem desses produtos, além da comercialização e regras internacionais para esta venda ao exterior", reforça o presidente da Argos. 

 

Os interessados passarão por um processo seletivo onde os currículos serão examinados e aprovados dentro das normas e regras previstas para o curso. O edital e informações de como participar podem ser obtidas no site da entidade: www.argos.org.br. O curso será realizado entre os meses de junho e julho de 2015.

Please reload

Últimos Releases
Please reload