Crioulaço tem final marcada por empate e recorde

 

Depois de quase sete horas e 60 voltas, foram definidos neste sábado, dia 11 de abril, os campeões nacionais do Crioulaço, primeira modalidade de provas da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC) a conhecer os campeões do ciclo. Eram quase 22h quando duas duplas decidiram por dividir o título após baterem o recorde de armadas dentro da competição da raça.

 

O prêmio de R$ 17 mil das Duplas Força A, R$ 11 mil para os primeiros e R$ 6 mil para os segundos colocados, foram divididos por Alan Soares montando, DKP Elite, e Thaian de Ávila, montando Norteña do Aipo, dupla de Nova Santa Rita (RS) e Jacir Jovaski, montando Caiboaté do Aguapuey, e Alfredo do Carmo, montando Q”Demônio da Santa Úrsula, vindos de Santiago (RS). Por sorteio, Alan e Thaian ficaram com o primeiro lugar.

 

Segundo do Carmo, a disputa foi longe pela qualidade das duplas que estavam em pista. Mesmo com a vontade do título, o cansaço falou mais alto e por isso decidiram pela divisão do prêmio. "Se tornou uma disputa acirrada por termos em pista as melhores duplas do Brasil. Resolvemos dividir, pois ia muito longe a disputa. O cansaço estava tomando conta dos animais e da gente também. Mas graças a Deus chegamos nesta conquista", salienta.

 

Já Thaian recordou a parceria com Alan e que a preparação para a disputa se dá participando de competições no território nacional. "É mais uma realização nessa disputa que não foi fácil. Nós competimos todo o final de semana, participando de provas por todo o Brasil. A parceria também é longa. Laçamos já há nove anos juntos, então para a gente o treinamento para essas competições é diário", ressalta.

 

Para o coordenador da Subcomissão do Crioulaço da ABCCC, Lucio Stacowski, a final deste ano demonstrou a evolução dos laçadores, que buscam se preparar durante todo o ano para disputar o título. Testamos a resistência dos laçadores e também dos cavalos. Foram muitas voltas e chegamos a um recorde que não será fácil ser batido. Em outras edições nossos recordes não chegaram a 35 armadas e isso com a raia cheia, e hoje tínhamos uma raia de 60 metros. A turma está afiada e temos cavalo bom. Temos verdadeiros atletas aqui na pista", observa.

 

Também foram definidos os vencedores das categorias de duplas Força B, do laço Criador forças A e B, Feminino, Veterano e Guri. Os competidores já estão se preparando para o ciclo 2016, que já inicia em breve.

 

Confira os resultados

 

Crioulaço (Força A)

 

Laço de Ouro: Alan Soares montando DKP Elite e Thaian de Ávila montando Norteña do Aipo

Laço de Prata: Jacir Jovaski montando Caiboaté do Aguapuey e Alfredo do Carmo montando Q”Demônio da Santa Úrsula

Laço de Bronze: Ricardo Albuquerque montando Berberia Avesso e Rodrigo Moretto montando La Jupita Martinez

 

Crioulaço (Força B)

 

Laço de Ouro: Marcelo Gama montando Hecho Mano da Maior e João Otávio Marcelino montando Data Venia Barbicacho 

Laço de Prata: Luiz Carlos da Silva montando CRS Dida e Leonardo Borges montando RJ Alvoroço

Laço de Bronze: Rogério Martins montando Feitiço da Boa Esperança e Eduardo Amorim montando Grappamiel do Cerro Partido

 

Laço Criador (Força A)

 

1º lugar: Júnior Valim montando EJV Gaúcho

2º lugar: Ivan Bonetti montando ST Coruja

3º lugar: Júnior Valim montando EJV Dama Linda

 

Laço Criador (Força B)

 

1º lugar: Lúcio Rigon Stacowski montando Zumbi da Querência

2º lugar: Lúcio Rigon Stacowski montando Umbú da Querência

3º lugar: Rodrigo Machado montando Setembrina do Batu

 

Feminino

 

1º lugar: Ariane Soares montando Epyeta da Ybyna

2º lugar: Michele Borba montando Helado do Guató

 

Veterano

 

1º lugar: Antônio de Almeida montando Serenata das Três Cambonas

2º lugar: Renato Martins montando Acordeona Mattos

 

Guri

 

1º lugar: Leonardo Matte montando SE Açucena

2º lugar: Vitor Costa montando Gabiru do Rio Pizon

 

Fotos: Éverton Souza Marita/ABCCC/Divulgação

Please reload

Últimos Releases
Please reload