Fórmula da RiceTec bate recorde de produtividades nas lavouras do Sul

A cada safra, produtores de arroz no Brasil e no mundo buscam novidades para ampliar a produtividade nas suas lavouras, sem perder, é claro, a qualidade e rentabilidade. A RiceTec, empresa pioneira e líder em pesquisa e tecnologia em sementes de arroz, encontrou uma fórmula que possibilita maior produtividade e qualidade de grãos de forma sustentável.


O segredo está na alta tecnologia empregada na elaboração das sementes. Através da combinação exclusiva de genética diferenciada, unem rendimento, flexibilidade e plasticidade. O engenheiro agrônomo e diretor de marketing da RiceTec, Leandro Pasqualli, explica que o diferencial está em contar com um portfólio variado que possibilita oferecer ao produtor a semente correta para sua necessidade. “É uma combinação exclusiva de sementes com genética única, que favorece a rentabilidade da lavoura de arroz. Nossa fórmula une o Inov CL, o Titan CL, e o Lexus CL, desenvolvida para ser flexível às mais diversas condições climáticas. Juntos, potencializam todas as áreas do campo, dando ao produtor controle sobre a sanidade, produtividade e qualidade de forma sustentável”, revela.   


O engenheiro agrônomo também explica que o objetivo da RiceTec é apresentar um portfólio com várias soluções para que cada produtor de arroz encontre a fórmula para sua lavoura. “Além do alto potencial produtivo, nossos produtos agregam maior tolerância a doenças, principalmente à brusone. Outra característica é o ciclo precoce, estabilidade produtiva e menor necessidade na aplicação de fungicidas”, afirma Pasqualli.   


A sustentabilidade na lavoura arrozeira é outra preocupação dos pesquisadores da RiceTec. Por isso, as sementes oferecidas pela empresa também possibilitam ao produtor gastar menos água com irrigação e menos defensivos, sem afetar a produtividade. “As tecnologias desenvolvidas pela RiceTec permitem que o produtor aumente em até 20% a produtividade, utilize até 33% menos água e consuma até 20% menos defensivos agrícolas”, afirma o engenheiro agrônomo da empresa, Cyrano Busato.


Também preocupada com a sustentabilidade financeira da lavoura, a RiceTec conta com o Projeto 15k, uma iniciativa que tem como meta incentivar e orientar o produtor a atingir 15 mil quilos de produtividade por hectare, quase o dobro da última média da safra gaúcha, que ficou em cerca de 7,7 mil quilos por hectare, conforme dados do Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga). Já na primeira fase do projeto 15K, na safra 2015/2016, que teve como principal produto o Titan CL, a produtividade atingida foi de 13,71 mil quilos por hectare na região de São Gabriel. 


Um novo produto para o mercado convencional também será apresentado na vigésima sétima edição da Abertura Oficial da Colheita do Arroz, que acontece em Cachoeirinha (RS), na Estação Experimental do Arroz, de 16 a 18 de fevereiro. “Nosso foco está nas necessidades do produtor, por isso, desenvolvemos uma semente convencional, com alta produtividade e qualidade em ciclo curto, pensando na lavoura como um sistema”, explica Pasqualli. 


Com mais de 15 anos de atuação no mercado brasileiro e sede em Porto Alegre, a multinacional atingiu em 2016 um crescimento de 18% no número de clientes. Além disso, a empresa triplicou a área cultivada no Brasil que hoje passa dos 100 mil hectares no Rio Grande do Sul na safra 2014/2015. “Nosso objetivo é a sustentabilidade na lavoura no longo prazo, através da implantação de alta tecnologia e com o mínimo impacto ambiental, proporcionando maior retorno econômico ao produtor”, destaca o diretor de Marketing da RiceTec.

Please reload

Últimos Releases
Please reload