Liquidez e velocidade nas vendas são a marca do Leilão Selo Racial

O Leilão Selo Racial e Reserva Especial realizado nesta quarta-feira, dia 26, em Uruguaiana (RS), foi marcado pela liquidez na venda das raças Braford, Brangus, Angus e Hereford. Também estiveram à venda equinos da raça Crioula. O tradicional remate reuniu as cabanhas Cia. Azul, Corticeira, Rincón Del Sarandy, Tradição Azul e Ave Maria. O evento esteve à cargo da Trajano Silva Remates com parceria da Estância Bahia Leilões.

 

O leiloeiro e diretor da Trajano Silva Remates, Marcelo Silva, destacou o sucesso do remate que teve pista limpa devido à qualidade dos animais ofertados. Salientou que a liquidez das raças sintéticas, Braford e Brangus, surpreendeu positivamente. “A velocidade na venda dos animais foi a grande surpresa do leilão que terminou antes do previsto. E as médias alcançadas ficaram dentro do esperado na comercialização de 200 fêmeas e 200 machos”, ressaltou. 

 

O titular da Cia. Azul, Reynaldo Salvador, afirmou que também chamou a atenção a participação de novos clientes do Brasil Central. “Nós cumprimos a função de oferecer uma genética de alta qualidade. O que ficou bem marcante neste leilão foi a liquidez desse tipo de animal rústico, produtivo, adaptado e que produz carne de qualidade”, observou.

 

O destaque do leilão ficou por conta da venda de duas fêmeas das raças Brangus e Angus. A  Angus da Cia. Azul foi comercializada pelo valor de R$ 13,6 mil e a Brangus da Rincón Del Sarandy, foi vendida a R$ 8 mil. Nas médias, os machos tiveram destaque no Braford, com R$ 10,3 mil, seguidos do Brangus, com R$ 8,9 mil, do Angus, com R$ 8 mil, e do Hereford, com R$ 6,6 mil. Já nas fêmeas, a maior média foi da raça Angus, com R$ 3,6 mil, seguida pela Braford, com R$ 3, 4 mil, e  Hereford e Brangus, com R$ 2,9 mil.


Foto: Giovanni Oliveira/Divulgação

 

 


 

Please reload

Últimos Releases
Please reload