Leilões de Primavera registram liquidez e boas médias

A liquidez na venda de bovinos e as médias alcançadas foram pontos positivos nos remates da Temporada de Primavera no Rio Grande do Sul. Principalmente os leilões realizados a partir do dia 15 de outubro registraram preços mais elevados, com 100% da oferta comercializada. A avaliação da Trajano Silva Remates, responsável pela batida do martelo em nove leilões da temporada, é muito positiva para o resultado atingido.

 

O diretor da Trajano Silva Remates, Marcelo Silva, destaca que os leilões que ocorreram em Uruguaiana (RS) e em Lavras do Sul (RS), entre o final de outubro e início de novembro, fizeram uma média, entre os terneiros, de R$ 7,09 e R$ 7,20 o quilo, respectivamente. “Isso significa uma alta de 30% em relação ao mês de setembro”, observa, afirmando que muito desse resultado se deve à realidade das exportações brasileiras de carne. “A pecuária de corte tem uma perspectiva muito boa pela  frente, e o ano de 2019 foi altamente positivo na venda das fêmeas, assim como foram alcançadas ótimas médias nos machos”, avalia.

 

Silva lembra que antes da Expointer já existia a expectativa de uma demanda expressiva pelas fêmeas e isso realmente se concretizou. “Tivemos uma interação com Paraná, São Paulo e Mato Grosso do Sul muita intensa, assim como Minas Gerais, que investiu na raça Braford”, informa. 

 

Foto: Eduardo Linhares/Divulgação

Please reload

Últimos Releases
Please reload