• AgroEffective

Itu vai sediar Enduro da raça Crioula


Os aficionados por cavalos de São Paulo terão a oportunidade de conhecer a resistência da raça Crioula em provas de grande exigência. Será realizada nos dias 5 e 6 de abril em Itu, em São Paulo, a segunda etapa do ciclo de Enduro do cavalo Crioulo. O evento, que integra a programação do Campeonato Paulista de Enduro, ocorre na Fazenda Capoava e tem a organização do Núcleo Sem Fronteiras de Criadores de Cavalos Crioulos.

Segundo o presidente do Núcleo, Carlos Piegas, a expectativa para a prova é positiva. O objetivo é fomentar a inserção da raça Crioula nesta modalidade no Estado. "A raça é competitiva e queremos mostrar que pode ser mais uma opção para os criadores que investem nesta modalidade", declara.

Piegas afirma também que o cavalo Crioulo tem tido uma ascensão muito grande entre os criadores paulistas e que já houve uma manada expressiva em São Paulo, mas que agora há um investimento em fomento da raça na região liderada pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC). "Temos uma assistência técnica que permite que hoje tenhamos linhagens superiores. Além disso a inseminação artificial vem nos auxiliando neste protesto. Acredito que chegaremos a um auge da criação em no máximo três anos", observa.

Para o coordenador da Subcomissão de Enduro da ABCCC, Rodrigo Michelon, a prova vai ser uma grande oportunidade para os criadores demonstrarem as habilidades da raça aos paulistas. A estimativa é de pelo menos 40 participantes, sendo que 30 animais são de criadores da região. "Tivemos resultados importantes com o cavalo Crioulo em competições nacionais. Agora queremos fortalecer este laço com os criadores do centro do país", ressalta.

Enduro

O objetivo da prova é observar o conjunto entre cavalo e cavaleiro, na qual ambos buscam superar seus limites no que diz respeito à resistência, velocidade e capacidade de recuperação frente a obstáculos naturais, terrenos e distâncias variadas. Como em outros esportes equestres, o Enduro da Raça Crioula procura preservar a integridade física do ginete e dispensa uma atenção muito especial à saúde, bem-estar e futuro atlético do equino, tornando, assim, um esporte em que as exigências físicas dos competidores - cavalo e cavaleiro, são elevadas ao extremo, mas com muita cautela e prudência por parte dos profissionais envolvidos neste tipo de competição.

Na prova de Itu serão quatro categorias: principal, com percurso de 80 quilômetros, intermediária, em 50 quilômetros e iniciantes A (até 12 anos) e B (acima dos 12 anos). Na categoria principal serão no mínimo duas paradas obrigatórias, e as provas das categorias intermediárias e iniciante terão no mínimo uma parada obrigatória. A premiação aos participantes é de R$ 10 mil oferecidos pela Fazenda Capoava.

#cavalocrioulo #enduro #abccc #itu #sãopaulo