• AgroEffective

Resistência do Cavalo Crioulo é destaque em Enduro realizado em Itu


Escondido em meio à bela paisagem envolta de belezas naturais da Fazenda Capoava na cidade de Itu, em São Paulo, um rochoso e íngreme percurso foi apenas um dos obstáculos superados pelos competidores da segunda etapa do circuito 2014 de Enduro do cavalo Crioulo. Sob calor intenso, os conjuntos precisaram mostrar muita força e resistência para vencer o rigor imposto pela trilha e cumprir com as exigências da prova, com excelente resultado final.

A prova multirraças, realizada dentro da programação da primeira etapa do Campeonato Paulista de Enduro, teve a organização do Instituto Enduro Brasil e contou com o apoio da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC) e do Núcleo Sem Fronteiras de Criadores de Cavalos Crioulos. A premiação entregue aos melhores conjuntos da raça Crioula foi oferecida pela Cabanha Paulista.

Na tarde de sábado, dia 5 de abril, foram concluídas as etapas livres de 80 e 60 quilômetros com saldo positivo. Após a cronometragem feita pelo Instituto Enduro Brasil, a equipe veterinária composta por Ibsen Votto, Rodrigo Michelon e Fabiane Michelon esteve a cargo do Vetcheck e atestou o bom estado da grande maioria dos competidores, avaliando como satisfatório o resultado final.

Na categoria 80 quilômetros, a disputa foi acirrada até a linha de chegada e encerrou com a vitória de Jorge Nei Severo Pires que montou Virtuoso do Rincão dos Xucros. O cavalo, de propriedade do Condomínio Irmãos Zambrano, mostrou que realmente tem grandes virtudes e, mesmo após deslocar-se do Rio Grande do Sul a São Paulo, ainda teve forças para alcançar o primeiro lugar entre os competidores da raça. “Foi melhor do que eu esperava. Tudo correu muito bem. Era o dia dele”, comemorou o ginete.

Na disputa em percurso de 60 quilômetros, mais uma vez, a família Zambrano mostrou que a viagem a Itu não foi a passeio. Felipe Moreira Schneider montando Xucra Apagada, teve o melhor desempenho entre os competidores da raça na categoria e ficou com o primeiro lugar no pódio. “O percurso foi difícil, com muita subida e descida, além do calor. A égua se portou bem e poderia ter ido ainda melhor. Tivemos somente 20 dias de treino”, diz.

No domingo, dia 6, foi a vez dos os competidores das categorias reguladas, de 40 e 20 quilômetros enfrentarem o rígido percurso da prova. As modalidades, no entanto, não são oficiais, já que o regulamento da ABCCC prevê apenas a realização de disputas livres, e ocorreram como forma de incentivo à participação de novos interessados no Enduro.

Para Paulo Almeida Prado, proprietário da Fazenda Capoava, sediar uma prova dessa magnitude e receber competidores de renome na modalidade foi uma responsabilidade grande, porém, um desafio compensador. “Foi uma grande oportunidade de apresentarmos a raça Crioula a criadores de outras raças, e de mostrar que ele é um cavalo resistente e de custo acessível. O mercado da região é muito franco para o Enduro e, pela questão do fomento da raça nessa localidade, é importante promovermos esse tipo de evento, nessa modalidade que pode abrir muitas portas à raça, tanto nacional quanto internacionalmente”, afirma.

O criador projeta dar sequência no trabalho desenvolvido na Cabanha Paulista diversificando o foco da sua seleção. “Sou fã das linhagens de resistência, no entanto, creio que esse tipo de seleção precisa estar associado à morfologia e à função. Por isso pretendo investir na Tríplice Coroa”, revela.

Apesar de a Fazenda Capoava sediar pela primeira vez uma prova de Enduro, o resultado foi tão positivo que o evento foi bem avaliado inclusive por quem já tem experiência na realização de competições da modalidade. O presidente do Instituto Enduro Brasil, Silvio Arroyo, comentou a respeito da disputa e dos projetos para o próximo circuito. “A prova foi muito boa, com uma trilha forte e técnica. A infraestrutura para a atuação veterinária, a equipe de apoio, tudo funcionou muito bem. Já estamos tratando de alguns ajustes, que os proprietários se mostraram dispostos a fazer, para realizarmos aqui a primeira etapa do Campeonato Paulista do ano que vem junto a uma prova da FEI, de 120 quilômetros, onde traremos cavaleiros internacionais”, revelou Arroyo.

Resultado

Categoria 80km

1º Lugar Jorge Nei Severo Pires montando Virtuoso do Rincão dos Xucros 2º Lugar Alberto Patron Araújo montando Destaque do Rincão da Querência 3º Lugar Cesar da Rosa Galeno montando Imagem do Rincão dos Xucros Categoria 60km 1º Lugar Felipe Moreira Schneider montando Xucra Apagada 2º Lugar Henrique Amaral Kummer montando RFK Mambo Texto: Douglas Saraiva/Comunicação ABCCC Fotos: Fagner Almeida/ABCCC/Divulgação

#abccc #cavalocrioulo #enduro #itu #sãopaulo

RELEASES

  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco
  • LinkedIn - Círculo Branco
  • SoundCloud - Círculo Branco
  • Spotify - Círculo Branco