• AgroEffective

Gestão da planta tem impacto positivo na rentabilidade


Entender a lógica da planta para tomar as decisões de manejo e melhorar a soma de processos para buscar a máxima rentabilidade da lavoura. Essa será a tônica da palestra do Gestor de Marketing e Serviços da Cooperativa dos Agricultores de Plantio Direto (Cooplantio), Dirceu Gassen, a Gestão da Planta, no terceiro dia do Seminário Cooplantio. O evento ocorre de 2 a 4 de junho no Centro de Eventos do Hotel Serrano em Gramado (RS).

Conforme Gassen, a ideia é desenvolver uma lógica do que o agricultor produzia no passado, o que evoluiu até o momento e qual é a projeção para um futuro dentro do tema do conhecimento. Para o especialista, o aumento da produtividade depende hoje de um gestor que entenda exatamente a necessidade de nutrientes em termos de quantidade e também de distribuição na fase de crescimento vegetativo e enchimento de grãos. "A produção agrícola é um negócio de pessoas com conhecimentos, habilidades e atitudes. Estamos colocando isto no plural com a função de entender a soma dos processos. Nós vamos trabalhar com este conteúdo para desenvolver uma lógica de como ajudar a planta a expressar o potencial genético que cada semente tem", afirma.

O dirigente da Cooplantio reforça que a boa gestão das lavouras também tem impacto positivo na rentabilidade. Gassen lembra que hoje a média de produção de soja no Rio Grande do Sul é 2,6 toneladas, de milho 4,5 toneladas e de arroz é 7,5 toneladas. "Os bons produtores de arroz produzem, 40% a mais que a média. Os bons produtores de milho produzem 150% acima da média. E os bons produtores de soja produzem 50% a mais. Podemos estabelecer metas de aumento da produção adotando as práticas dos melhores agricultores", avalia.

O especialista reforça que os produtores não podem temer a definição de metas de aumento na produção da lavoura e sim investir em conhecimentos para melhorar os processos e atingir os objetivos almejados. "O aumento da rentabilidade depende do investimento no principal componente: o conhecimento. Se eu entender a lógica da planta, vou deixar de usar algumas práticas, melhorar outras e modificar processos com uma meta bem clara. Tudo indica que o melhor investimento é produzir mais por hectare ", explica Gassen.

O Seminário Cooplantio continua com inscrições abertas até o dia 25 de maio e podem ser feitas pelo site www.cooplantio.com.br/seminario.

#gestão #planta #dirceugassen #semináriocooplantio #cooplantio #gramado