• AgroEffective

Lógica da produção de grãos depende de inovação e aplicação de tecnologias


A lógica da produção de arroz, soja e milho no Rio Grande do Sul foi o tema da palestra do professor, engenheiro agrônomo e diretor do Instituto Incia, Elmar Floss, na abertura da programação da tarde desta terça-feira, dia 3, do Seminário Cooplantio, realizado no Centro de Eventos do Hotel Serrano em Gramado (RS). O tema foi um dos que mais gerou perguntas durante o evento, tanto que mesmo ao final da participação o especialista continuou por um bom tempo respondendo os questionamentos dos produtores fora do palco.

Para o sucesso de desempenho das lavouras, segundo Floss, o agricultor precisa ir além da adoção de tecnologias. O professor avalia que os resultados chegam com a conjugação de quatro verbos: diagnosticar, avaliar, aplicar e inovar. "O produtor precisa descobrir os fatores limitantes, buscar a utilização das tecnologias de forma racional e precisa ver no ponto de vista econômico as tecnologias que podem dar maior rentabilidade", salienta.

Floss acredita que a agricultura do Rio Grande do Sul está evoluindo depois de anos de estagnação por causa da adoção do agroconhecimento, no qual analisou que existe uma renovação periódica do mesmo. Mas a aplicabilidade de forma correta e sensata é que define o bom desempenho da produção. "É preciso buscar a tecnologia mais adequada para a sua situação, mas não não adianta buscar receita e olhar o vizinho, pois cada gleba tem suas diferenças", observa.

#semináriocooplantio #cooplantio #gramado #elmarfloss