• AgroEffective

Superação e renovação marcam semifinal do Freio de Ouro em Vacaria


Para os participantes da nona Classificatória ao Freio de Ouro, o final de semana foi de surpresas e adrenalina. Contando com a participação de 56 animais, a seletiva realizada na cidade gaúcha de Vacaria foi uma montanha russa de emoções, desde as mudanças de temperatura – que começavam com temperaturas negativas pela manhã e passavam dos 15º C na parte da tarde – até as alternâncias na colocação dos animais, que brigaram até o último minuto por uma vaga na final.

O evento, promovido pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC), teve início na quinta-feira, dia 19, com o julgamento morfológico e definiu seus campeões na manhã deste domingo. Os criadores Douglas Gonçalves, Eduardo Móglia Suñe e Luiz Martins Bastos Neto foram os responsáveis pelo julgamento das fêmeas, enquanto Eduardo Neto de Azevedo, Jean Carlo Santos Mendes e José Francisco Pereira de Moura avaliaram os machos.

A lista de habilitados é bem heterogênea. Conjuntos que já haviam trabalhado juntos no ano passado competiram contra novas parcerias, novos talentos mostraram seu potencial e profissionais já experientes comprovaram que o circuito é composto de talentos. Um dos pontos destacados pelos jurados foi a renovação, principalmente no rol de ginetes da modalidade. “Acredito que o aparecimento de novos profissionais no circuito é um dos pontos mais importantes na raça. Quanto mais ginetes aparecerem, mais qualificado ficará o circuito”, diz Luiz Martins Bastos Neto.

Entre as fêmeas a lista de habilitados conta com Faceira II do Elebê, Curandeira 711 Maufer, Caratuva Alvorada e Xiba da 3J. Já entre os machos Quilero Tero Real, Índio da Escondida, Operário do Itaó e Discutido do Capão Redondo garantem vaga para o Freio de Ouro 2014. Os ginetes destaque do evento foram Daniel Marin Teixeira e Fábio Teixeira da Silveira.

Campeões preparados para a próxima fase

A luta por uma das vagas foi difícil e subir no pódio foi orgulho para muitos criadores. O proprietário da vencedora Faceira II do Elebê, Leônidas Burtet conta que a surpresa da vitória foi grande, já que a exemplar só participou de um evento antes da semifinal. “A égua estava a apenas dez dias no Centro de Treinamento, mas o Daniel acreditou muito nela e resolveu correr. Ficamos em primeiro na credenciadora e agora, na segunda apresentação, outro primeiro lugar. Estamos muito felizes e acreditando em uma grande prova na final”, conta Burtet.

Já para Eduardo Móglia Suñe, proprietário do cavalo Quilero Tero Real, a vitória é reflexo da trajetória da família e do recomeço da Cabanha Quilero, o que dá ao troféu um gosto especial. “Esta vitória é muito ligada a própria trajetória da nossa história, da nossa família e de tudo que passamos para chegar até aqui. Só temos que agradecer quem confiou em nosso trabalho e principalmente ao Fabinho, que confiou neste cavalo desde o início”, conta Suñe.

Primeira vez na final

Além dos primeiros colocados, outro proprietário tinha todos os motivos do mundo para comemorar. Como a primeira vaga é sempre inesquecível, a égua Caratuva Alvorada deu a possibilidade para a Cabanha do Ouriço de participar pela primeira vez de uma final. “A alegria e a emoção são enormes e só temos que agradecer a todos que trabalharam conosco. Agora é preparação para fazer uma boa final”, conta o proprietário Luis Augusto Weber.

Seletiva chega à Araranguá

No próximo final de semana o circuito do Freio de Ouro chega a cidade de Araranguá, em Santa Catarina. A prova é a última semifinal regional antes das Classificatórias abertas da modalidade.

O Freio de Ouro tem patrocínio da Vivo, Ipiranga, Massey Ferguson e Banrisul e o apoio da Supra e Biscoitos Zezé.

Confira os resultados

Fêmeas

1º lugar

Faceira II do Elebê, filho de Butiá Olodum e Butiá Ninfa; criador e expositor Leônidas Burtet e filhos, Agropecuária Burtet, Cachoeira do Sul/RS

Ginete: Daniel Waihrich Marim Teixeira. Nota final: 19,974

2º lugar

Curandeira 711 Maufer, filha de Muchacho de Santa Angélica e SR Geada; criador e expositor Maurício e Fernando Lampert Weiand, Cabanha Maufer, Cruzeiro do Sul/RS

Ginete: Nei Eduardo Rodrigues Lima. Nota final: 19,737

3º lugar

Caratuva Alvorada, filha de Viragro Rio Tinto e Conselheira do Strass; criador Eliseu da Silva Taborda Ribas e expositor Luis Augusto Weber e filhos, Cabanha do Ouriço, Carazinho/RS

Ginete: Charles Fagundes. Nota final: 19,627

4º lugar

Xiba da 3J, filha da Herói do Basalto e JA Xiba; criador e expositor Agropecuária Andrade Lima Ltda., Cabanha 3J, Pelotas/RS

Ginete: Gabriel Marty. Nota final: 19,574

Machos

1º lugar

Quilero Tero Real, filho de São João do Juncal Pandemônio e Quilero Meta y Ponga; criador e expositor Eduardo Móglia Suñe, Cabanha Quilero, Bagé/RS

Ginete: Fábio Teixeira da Silveira. Nota final: 20,156

2º lugar

Índio da Escondida, filho de Festeiro do Itapororó e Cancorosa da Escondida; criador José Inácio e Vinícius Freitas e expositor Irmãos Bastos e José e Vinícius Freitas, Estância Itapitocai e Cabanha Escondida, Uruguaiana e Alegrete/RS

Ginete: Gabriel Marty. Nota final: 19,350

3º lugar

Operário do Itaó, filho de Butiá Leopardo e Dançarina do Xiniquá; criador Cássio Souza Bonotto e expositor Isoel Gotardo Andrighetti, Cabanha Del Candieiro, Caxias do Sul/RS

Ginete: Fernando Andrighetti. Nota final: 19,313

4º lugar

Discutido do Capão Redondo, filho de Chamaico Provinciano e Vanera do Capão Redondo; criador Luiz Carlos e Antonio Carlos A. Py e expositor Antonio Carlos Albuquerque Py, Cabanha Capão Redondo, Barra do Ribeiro/RS

Ginete: Fábio Teixeira da Silveira. Nota final: 19,311

Texto: Maysa Maciel/ABCCC

Fotos: Ceni Adriano Alves/ABCCC/Divulgação

#freiodeouro #cavalocrioulo #abccc #vacaria