• AgroEffective

Renovação marca classificatória de Araranguá ao Freio de Ouro


A classificatória do Freio de Ouro realizada em Araranguá, em Santa Catarina, ficará marcada, definitivamente, como uma prova de renovação. Além da confirmação de mais alguns candidatos ao título da maior prova de seleção da raça Crioula, a confirmação de duas promessas abrilhantou a disputa e aumentou ainda mais a expectativa em relação à sequencia do ciclo e às próximas temporadas da modalidade.

Uma das novidades que surpreenderam no evento foi a estrutura do Caverá Country Park, que sediou a etapa catarinense. O parque ofereceu acomodação de qualidade tanto aos participantes quanto ao público presente e ainda possibilitou, com pista resistente e de boa drenagem, a realização da prova, suportando os 385 milímetros de chuva que caíram entre os dias 27 e 29 de junho.

A outra, na verdade, foi uma confirmação. Leonardo Collares Luiz, 15 anos, filho do ginete Lindor Collares Luiz, conduz um animal à conquista do primeiro lugar da prova vencendo o segundo colocado, montado pelo pai, e chega mais uma vez à decisão do Freio de Ouro. A qualidade de Leonardo foi reconhecida inclusive pelos jurados Ciro Manoel de Freitas, Luis Rodolfo Machado e Marcelo Montano Coelho, que concederam ao jovem o título de Ginete Destaque. “Foi uma prova boa, a pista de campo ofereceu condições e a estrutura geral qualificou ainda mais o evento. O gado também teve qualidade e beneficiou os participantes. Destaque para a atuação do Leonardo Collares nas fêmeas e para os dois primeiros machos, que fizeram boas provas”, resumiu Luis Rodolfo Machado. Junto aos jurados esteve o técnico da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos, Adolfo Martins Neto, responsável pela supervisão do evento.

Misto de sentimentos

Para o jovem ginete, a vitória foi uma surpresa além do esperado. “Eu tinha uma expectativa boa em relação à prova. Queria classificar, mas não pensava em ganhar. Eu queria estar lá de qualquer jeito e consegui a minha vaga”, comemorou Leonardo, que contou ainda com um deslize de Gaúcha da Bela Aliança e Guto Freire, que lideravam desde o início da fase funcional e acabaram perdendo um boi na última corrida.

Sobre o trabalho com PO Ucrania, exposta pela cabanha Cola Crioula, Leonardo resume em um misto de sentimentos. “Ela me deixou nervoso, aflito e feliz. Acreditei sempre e ela correspondeu a tudo o que eu esperava”, disse, antes de finalizar fazendo referência ao pai, seu maior incentivador. “E também devo muito àquele homem ali. Se não fosse ele eu não estaria aqui”.

Além de PO Ucrania, que encerrou a semifinal com a média 19,325, também conquistaram a vaga na decisão as éguas Viragro Fina Estampa com 18,749, Gaúcha da Bela Aliança com 18,731 e Catanduva Ostia com 18,379.

Nos machos, a técnica e experiência de José Fonseca Macedo garantiram o primeiro lugar a outro competidor que conhece bem a pista de Esteio, Donde Estas 110 da Trovador. O cavalo colorado, criado e exposto por Adriano e Guilherme Mallmann, disputa o seu segundo ciclo do Freio de Ouro depois de duas participações na morfologia da Expointer. O conjunto ficou com a primeira posição da categoria machos, concluído a prova com a nota 19,872.

Além de Donde Estas 110 da Trovador, somente outros dois conjuntos conseguiram atingir a exigência mínima de 18 pontos a confirmaram a vaga na final: Quatrilho do Purunã com 19,657 e BT Argento com 18,714.

As próximas etapas do circuito serão as classificatórias abertas de Esteio (RS), de 10 a 13 de julho, e Brasília (DF), entre os dias 25 e 27 do mesmo mês. O Freio de Ouro conta com o patrocínio de Ipiranga, Massey Ferguson, Banrisul e Vivo, além do apoio de Supra e Biscoitos Zezé. A promoção é da ABCCC e do Canal Rural.

Resultado

Fêmeas

1º Lugar

PO Ucrania, filha de Lutador do Purunã e Garbosa da 3J; criador Gonçalo Porto Silva e expositor Cabanha Cola Crioula, Cabanha Cola Crioula, Pantano Grande/RS

Ginete: Leonardo Collares Luiz

Nota: 19,325

2º Lugar

Viragro Fina Estampa, filha de Viragro Rio Tinto e Capella 437 Onza; criador e expositor Viragro Agropecuária Ltda., Cabanha A Tala, Dom Pedrito/RS

Ginete: Lindor Collares Luiz

Nota: 18,749

3º Lugar

Gaúcha da Bela Aliança, filha de Farrapo da Bela Aliança e Borboleta da Bela Aliança; criador Francisco Carlos Habowsky e expositor Fabricio Rossato, Charles Rovigo e Marcelo Faria, Cabanha Rossato, Rovigo e Treze Tilias, Curitiba/PR, Itajai/SC e Rio de Janeiro/RJ

Ginete: Cézar Augusto Schell Freire

Nota: 18,731

4º Lugar

Catanduva Ostia, filha de Muchacho de Santa Angélica e SR Geada; criador Fábio Luiz Gomes e Fabiana Gomes e expositor Elizabeth Lemanski, Fazenda Paraíso, Balsa Nova/PR

Ginete: Luiz Fernando Rodrigues de Rodrigues

Nota: 18,379

Machos

1º Lugar

Donde Estas 110 da Trovador, filho de Capella El Trapiche T e Viragro Andaluzia; criador e expositor Adriano e Guilherme Mallmann, Cabanha Trovador, Santana do Livramento/RS

Ginete: José Fonseca Macedo

Nota: 19,872

2º Lugar

Quatrilho do Purunã, filho de Dom Carrasco do Purunã e BT Baronesa; criador Mariano Lemanski e expositor José Thomaz Larratea Arduvino e Filhos, Cabanha Santa Brígida, Santana do Livramento/RS

Ginete: Marcio Maciel

Nota: 19,657

3º Lugar

BT Argento, filho de BT Lucero e BT Malvina; criador Condomínio Flavio Bastos Tellechea e expositor Lúcio Machado Fontoura, Cabanha Tuneira, Dom Pedrito/RS

Ginete: Cézar Augusto Schell Freire

Nota: 18,714

4º Lugar

Campana Sello, filho de Campana Guasquero e Campana Lechuga; criador Mário Moglia Suñe e expositor Dennis Sfair Silveira, Cabanha Sabiendas, Viamão/RS

Ginete: Raul Lima

Nota: 17,540

Texto: Douglas Saraiva/ABCCC

Fotos: Fagner Almeida/ABCCC/Divulgação

#freiodeouro #cavalocrioulo #abccc #araranguá #santacatarina