• AgroEffective

Campeão do Rédeas de Ouro 2013 está pronto para a defesa do título


A disputa pelo grande título da segunda edição do Rédeas de Ouro já começou. Nesta quinta já são realizadas no Centro Hípico Querência, na Zona Sul de Porto Alegre, as primeiras passadas para a categoria aberta. Os principais nomes das rédeas no Brasil estão disputando as vagas para a grande final que ocorre na noite deste sábado, dia 27 de setembro.

O nome a ser batido este ano é o de Maximiliano Conceição. O gaúcho foi o campeão da primeira edição da prova, montando F5 Licurgo Tapajós. O cavaleiro sabe da responsabilidade de defender o título, mas explica que o conjunto está preparado para o desafio. "É um cavalo que eu corri o Derby em São Paulo e que foi o melhor cavalo Crioulo da competição e vem este ano para a defesa do título. Esta foi a preparação", salienta.

Conceição também vai montar mais dois potros além do "loiro", como chama F5 Licurgo Tapajós. Lembra também que o título do ano passado foi importante para a sua carreira. "Foi um divisor de águas. Ganhar uma prova como o Rédeas de Ouro me colocou no time de ponta dos treinadores de rédeas. Cada prova tem uma preparação especial e a cada passada final a gente já estava pensando no Rédeas de Ouro. E a gente fica feliz por estar fazendo parte deste evento da raça Crioula na modalidade de rédeas", afirma.

Além da categoria aberta, que reúne os profissionais, também serão realizadas a categoria amador, com final no domingo, dia 28 de setembro, pela manhã, e a novidade do ano, a snaffle bit, para animais com até três anos hípicos, que terá sua decisão no sábado, 27 de setembro, no turno da manhã. Nesta sexta-feira, às 21h, também será realizado o primeiro leilão Rédeas de Ouro, com animais de genética preparada para a modalidade de rédeas.

Foto: Felipe Ulbrich/ABCCC/Divulgação

Sonora

Maximiliano Conceição

https://soundcloud.com/agroeffective/maximiliano-conceicao-redeas-de-ouro

#rédeasdeouro #rédeas #abccc #cavalocrioulo #querência #maximilianoconceição #f5licurgotapajós