• AgroEffective/Federarroz

Pré-custeio anunciado pelo governo anima produtores de arroz


O anúncio de que os produtores rurais terão recursos de R$ 9 bilhões para o pré-custeio da safra 2015/2016 agradou o setor arrozeiro gaúcho. A notícia foi dada pela ministra da Agricultura, Kátia Abreu, após reunião no Ministério da Fazenda nesta terça-feira.

Com a verba, os produtores poderão ter tranquilidade para financiar a compra de insumos para planejar a safra. Segundo o presidente da Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul, Henrique Dornelles, o setor já não esperava que tivesse recursos para o financiamento da safra. "Já estávamos trabalhando com a hipótese que o pré-custeio não seria possível nesta safra por todas as condições impostas pela situação financeira do país. Entretanto, neste momento, esta é uma entrega do melhor serviço que a ministra Kátia Abreu poderia estar fazendo pelo setor", observa.

Dornelles ressalta o empenho da ministra Kátia Abreu em, mesmo em um momento de dificuldade econômica do país, buscar apoio dentro do governo para que os agricultores possam ter como implantar a próxima safra. "Foi algo negociado por ela e por entidades que entregaram esta demanda e a ministra utilizou do seu prestígio. É algo que devemos creditar à ela e ao seu trabalho político que negociou com o Ministério da Fazenda, que vem sendo extremamente pragmático no seu sentido de buscar a equalização das contas do país, salienta.

Do montante total, conforme a ministra, serão R$ 7 bilhões do Banco do Brasil, e R$ 2 bilhões da Caixa Econômica Federal.

#Federarroz #Arroz #PréCusteio #Safra #KátiaAbreu