• Falker Automação Agrícola

Empresa registra alta de 80% na procura de medidores de compactação


O emprego de tecnologia e equipamentos está cada vez mais presente nas lavouras brasileiras. Diante desta tendência, as indústrias de inovação tecnológica para o mercado agrícola já contabilizam um aumento na demanda por esses produtos. A Falker, empresa brasileira especializada em equipamentos e softwares para agricultura de precisão, registrou nos primeiros cinco meses do ano um aumento de 80% na venda de equipamentos para diagnosticar a compactação do solo em relação ao mesmo período do ano passado De acordo com o diretor da Falker, Marcio Albuquerque, o aumento nas vendas comprova a importância desse diagnóstico para os resultados do solo. Reforça também que não é só o produtor brasileiro que está atento a esse aspecto. "Já recebemos diversos pedidos de clientes do Paraguai, Uruguai, Bolívia, Peru, Equador e até da Costa Rica e Guatemala”, revela. No mercado interno, alguns produtores e cooperativas já utilizam essa ferramenta, que além de um diagnóstico mais preciso pode significar maior economia na planilha de custo da lavoura. O engenheiro agrônomo e consultor na região de Maringá (PR), Flávio Rubialies, destaca a importância desse tipo de equipamentos na produção de soja, milho e cana. “É uma importante ferramenta que traz resultados positivos, como a diminuição de hora/máquina através de um mapeamento de compactação mais preciso”, afirma o consultor. Conforme Albuquerque, existem diferentes maneiras de diagnosticar a compactação do solo. “A forma que alia melhor praticidade com qualidade é feita por equipamentos de medição que analisam a resistência do solo à penetração. Outras formas exigem análise em laboratório ou métodos trabalhosos, que dependem da percepção visual, como abertura de trincheiras," destaca. A compactação, que pode limitar a produtividade na lavoura, atrapalha a infiltração de água e troca gasosa entre o solo e a atmosfera. Segundo o especialista, o solo compactado representa um grande problema para a produção agrícola, pois influencia negativamente no crescimento de raízes e faz com que a planta tenha problemas em seu desenvolvimento. O investimento no caso da compra dos equipamentos varia entre R$ 6 mil e R$ 20 mil, dependendo do tipo. Se o produtor optar pela contratação de empresas de consultoria, Albuquerque diz que o valor varia bastante nas diferentes regiões do País e do pacote de serviços. Em relação à frequência com que o solo deve ser analisado, o especialista comenta que, em áreas de solo compactado, o indicado é o acompanhamento anual. Já em áreas em que não há registro de compactação, as medições de acompanhamento podem ser repetidas a cada dois ou três anos.

#Falker #CompactaçãodoSolo #AgriculturadePrecisão #Medidores