• RiceTec

RiceTec reformula plano de operações de produção de sementes no Mercosul


A RiceTec, multinacional que produz sementes de arroz de alta tecnologia, anunciou um reposicionamento de seus planos de produção de sementes híbridas de arroz no Mercosul. A unidade de El Dichoso, localizada na cidade de Resistencia, na Argentina, e que fazia o beneficiamento e a armazenagem das sementes no território argentino, será desativada ao final desta temporada, encerrando a produção comercial de sementes naquele país no próximo ciclo. A justificativa da empresa é a dificuldade de produzir alguns produtos na Argentina a custos compatíveis.

De acordo com o CEO global da RiceTec, Mike Gumina, a empresa acredita na tecnologia das sementes híbridas como fator de melhoria de qualidade de vida e através da melhor renda aos produtores, promovendo a sustentabilidade na agricultura. Desta forma ajudando a combater a fome no mundo, mas para se chegar em um nível de resultado que satisfaz estas premissas, são necessárias condições climáticas e capacitações técnicas únicas para o êxito na produção de sementes híbridas. "Nos últimos três anos, estas condições de produção de sementes na Argentina não nos permitiu dar suporte aos clientes para entregar estes produtos a preços competitivos", salienta. Devido a esta complexidade nas condições de produção, a empresa já está desenvolvendo alternativas de fornecimento se sementes para os produtores do Mercosul, com isso assegurando produtos de qualidade e atendendo a demanda de vendas. Para isso, a RiceTec reafirma o compromisso com a pesquisa e desenvolvimento por meio de sua estação instalada na cidade de Santa Maria, no Sul do Brasil, inaugurada oficialmente no mês de outubro de 2016, que obteve um investimento de R$ 11,2 milhões em infraestrutura e previsão de mais R$ 9,4 milhões para os próximos cinco anos. Além disto, a empresa conta com uma rede global de pesquisadores que atuam em busca de uma genética com maior produtividade, maior resistência às doenças, novas tecnologias de no controle de planta daninhas e melhorias na qualidade de grão. Gumina afirma que é difícil tomar decisões que afetam a vida dos envolvidos na cadeia produtiva, bem como nossos empregados e clientes, mas que elas são necessárias e devem ser feitas de forma transparente, com uma comunicação clara e direta e com a criação de um plano de transição a todos que foram impactados com estas mudanças. "Para nossos clientes, vamos continuar ofertando produtos de alta produtividade. Temos a certeza que o nosso portfólio atual de produtos, combinado com o avanço de produtos recentemente lançados, vão nos ajudar a melhorar o resultados de nossas operações no Mercosul", ressalta. A RiceTec desenvolve sementes híbridas de arroz desde 1988, com o lançamento do primeiro produto comercial em 1999 no mercado Norte Americano, sendo que em 2000 iniciou suas operações no Mercosul. A empresa foi fundada com a premissa de que a utilização de modernas técnicas de melhoramento, combinada com uma ampla e diversa coleção genética irão permitir um desenvolvimento de novos híbridos de arroz de forma eficaz e econômico e que atendam a qualidade exigida em seus mercados.

Foto: Fagner Almeida/Divulgação

#RiceTec #Argentina #Negócios #resistencia

RELEASES

  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco
  • LinkedIn - Círculo Branco
  • SoundCloud - Círculo Branco
  • Spotify - Círculo Branco