• Guatambu, Alvorada e Caty

Dados de produção e genética são primordiais na escolha de touros


Mais do que nunca, em uma pecuária de corte cada vez mais profissionalizada e um consumidor cada vez mais exigente, aliada a um momento de retomada de mercado no país, a precisão nos dados e informações na hora da compra e venda de genética vem sendo uma aliada para que os produtores não errem no processo produtivo. Para isso, durante a Temporada de Primavera da Pecuária Gaúcha, os interessados na oferta que será apresentada durante os leilões deverão estar atentos a números e dados dos selecionadores. Neste sentido, o remate Guatambu Alvorada e Caty, que chega em 2017 a sua 45ª edição, trará mais uma vez uma oferta de touros e fêmeas das raças Hereford e Braford com a avaliação por DEPs (Diferenças Esperadas na Progênie), selecionados com rigor pelo programa da Conexão Delta G. Desde o início dos anos de 1970, os três criatórios adotam totalmente o programa genético, exercendo forte pressão de seleção baseado nas DEPs de produção e adaptação ao meio ambiente. "O momento não permite aventuras. É muito risco o produtor se aventurar neste mercado", salienta o proprietário da Estância Guatambu, Valter Pötter. Pelo terceiro ano consecutivo o leilão apresenta, de forma inédita e pioneira, DEPs genômicas para resistência a carrapatos, projeto validado com sucesso no Rio Grande do Sul e no Centro-Oeste do país. Os touros são classificados como de baixa, média ou alta resistência, de acordo com a DEP carrapato. Também pelo terceiro ano, os touros têm sua DEP para facilidade de parto informada, fruto de mais de 30 anos de coleta de dados nas propriedades. Os animais são classificados conforme a indicação de facilidade de parto: novilhas 14 meses, novilhas 24 meses e vacas adultas. Esta é mais uma ferramenta para ser usada em conjunto com a DEP peso ao nascer para o criador ter segurança no resultado. Segundo Pötter, a oferta apresenta os resultados dos reprodutores dos três criatórios, o que vai trazer ao comprador segurança em sua criação devido aos dados que poderá utilizar. "O grande diferencial nosso são as informações. É um remate que tem uma oferta mais ampla de animais que têm informações deste tipo. Trabalhamos com o objetivo de ter resultados na nossa produção. E neste sistema temos condições de trazer a melhor oferta aos nossos clientes, com informações genéticas de produção, resistência e adaptação ampla e variada", ressalta. O 45º remate Guatambu, Alvorada e Caty ocorre no dia 19 de outubro de 2017, a partir das 10h, em Dom Pedrito (RS). Na oferta estão 420 fêmeas que irão à pista pela manhã e 130 touros, com destaque na Prova de Avaliação à Campo (PAC), promovida pela Associação Brasileira de Hereford e Braford (ABHB) e a Embrapa, e no programa Touro Jovem, da Conexão Delta G, que entrarão em oferta à tarde, a partir das 14h.

Foto: Octaviano Alves Pereira Neto/Divulgação

#Guatambu #Alvorada #Caty #DEPs #Touros #Leilão #Remate #DomPedrito