• Gadolando

Marcos Tang é eleito novo presidente da Gadolando


O criador Marcos Tang está retornando à presidência da Associação dos Criadores de Gado Holandês do Rio Grande do Sul (Gadolando). Por aclamação, o mandatário da entidade entre os anos de 2012 e 2016 volta para a sua terceira gestão à frente da associação no biênio 2018-2020. A eleição ocorreu na noite de sexta-feira, 18 de maio, durante Assembleia Geral realizada na Expoleite/Fenasul. Ele irá substituir Jorge Fonseca da Silva, que foi o presidente entre 2016 e 2018.

Tang se disse honrado em dirigir novamente a associação. Ressaltou que quer cada vez mais aproximar o sócio e promover a valorização da raça junto aos produtores. "Temos muitas vacas Holandesas no Rio Grande do Sul, sendo esta a principal raça produtora de leite no Estado, apesar de toda a queixa compreensível com o atual preço do leite. "Neste contexto, sei o que o produtor passa, pois sou produtor desde que nasci. Mesmo assim, a vaca Holandesa é a matriz leiteira que permite que o nosso Estado tenha médias de produção anual, por vaca, muito acima da média nacional”, observa.

Um dos pilares desta nova gestão, segundo o presidente eleito, é elevar o número de registros da raça no Rio Grande do Sul, além de aumentar o controle leiteiro e a classificação morfológica dos exemplares. "Isto gera mais estatísticas e números, pois só podemos melhorar o que nós conhecemos. Isto é, conhecer o indivíduo para que possamos fazer as correções para gerações futuras. A vaca pode ser muito bonita, mas precisamos saber quanto de gordura e proteína tem no leite, quais as células somáticas e a tendência de ter mastite ou não. Com estes dados nós realmente conhecemos o animal", salienta.

Sobre o momento de dificuldades que o setor passa, Tang reforça que o fortalecimento da entidade e a união com outras associações e autoridades políticas e econômicas serão fundamentais para que os produtores possam ter seus pleitos atendidos. "Temos que trabalhar para mostrar que o nosso leite é bom. Não tenho dúvida nenhuma que o produto gaúcho é extremamente fiscalizado, controlado. Digo sempre que, dos produtos agropecuários, o leite é o que tem maior controle, pois nenhum litro chega a uma plataforma de indústria sem ter uma amostra colhida e analisada para checar possíveis impurezas", destaca.

O novo presidente da Gadolando lembra que os produtores têm investido muito nos últimos anos em ítens como tanques de expansão, salas de ordenhas higienizadas e vacas de alta produção e que todo este investimento precisa ser recompensado financeiramente. "Vamos conseguir isso organizando as entidades e mostrando que nós temos genética, qualidade e um leite muito bom. E em conjunto com as demais entidades, podemos abrir mercados. Hoje o produtor gaúcho depende totalmente das exportações, seja para outros Estados ou para fora do país", afirma.

A nova diretoria conta também com ex-presidentes da Gadolando em sua composição. Mário Luís dos Santos volta como vice presidente Financeiro e José Ernesto Ferreira como vice presidente de Eventos. Ricardo Biesdorf, que também ocupou cargos em diretorias passadas, está como vice presidente Administrativo e Patrimonial. E Bruna Schifelbein ocupa o cargo de vice presidente de Assuntos Técnicos. A posse da nova diretoria está marcada para o dia 29 de maio.

Confira a nova diretoria

Presidente: Marcos Tang Vice Presidente Administrativo e Patrimonial: Ricardo Biesdorf Vice Presidente Financeiro: Mário Luís dos Santos Vice Presidente de Eventos: José Ernesto Ferreira Vice Presidente de Assuntos Técnicos: Bruna Schifelbein

Foto: JM Alvarenga/Divulgação

#Gadolando #GadoHolandês #Expoleite #Fenasul #Eleição

RELEASES

  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco
  • LinkedIn - Círculo Branco
  • SoundCloud - Círculo Branco
  • Spotify - Círculo Branco