• Agptea

Perfil profissional é foco de palestras nas escolas técnicas agrícolas


O segundo semestre do ano letivo é sempre de muita atuação da Associação Gaúcha de Professores Técnicos de Ensino Agrícola (Agptea), que neste ano trabalha em várias frentes. A associação participa agora em agosto e no mês de setembro das mostras de educação profissional, promovidas pelo Estado do Rio Grande do Sul. Neste contexto, a Agptea tem um papel importante ao fazer parte como avaliadora do processo, uma vez que a presidência da entidade ocupa uma cadeira dentro do Conselho da Superintendência da Educação Profissional.

A Associação também tem um roteiro de palestras nas escolas. De acordo com o presidente da Agptea, Fritz Roloff, nestes eventos são apresentadas novas visões da parte de empreendedorismo, com enfoque no perfil profissional. Salienta que trata-se de uma proposta que tem o objetivo de levar alguns avanços, principalmente na forma como será avaliada a qualidade do aluno que está sendo formado.

Roloff destaca que a ideia é criar uma ferramenta para que as escolas se enxerguem dentro do processo e possam ver se o seu aluno está dentro daquilo que a demanda do mundo do trabalho exige ou se está muito aquém ou avançado. “Me parece que o Estado não está fazendo isso, não está preocupado em ver até que ponto o nosso técnico realmente é competitivo dentro do mundo do trabalho ou não. Então a Associação vendo esse problema está levando uma proposta diretamente às escolas para saber quem quer se envolver nessa nova caminhada”, enfatiza.

Nos dias 15 e 16 deste mês já foram realizadas várias visitas, como as que ocorreram no Colégio Estadual Professor Waldemar Amoretty Machado, em Bagé (RS), e na Escola Técnica Estadual Dom Pedrito (RS), onde aconteceram palestras e reuniões com alunos, professores e funcionários.

#Agptea #Escolas #RioGrandedoSul