• Simvet/RS

Instruções Normativas norteiam debate sobre inspeção de produtos lácteos


O Sindicato dos Médicos Veterinários no Estado do Rio Grande do Sul (Simvet/RS) mediou, com a representante da entidade, Andrea Troller Pinto, na manhã desta quinta-feira, 16 de maio, painel sobre Inspeção de Produtos Lácteos na programação da 42ª Expoleite e 15ª Fenasul. O debate, realizado no auditório do Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio (RS), concentrou-se nas Instruções Normativas (IN’s) 76 e 77, do Ministério da Agricultura, que determina novas regras de qualidade para a produção de leite no País. O evento teve o apoio da Gadolando, Sindilat/RS e Apil/RS.

No evento, a representante do Ministério da Agricultura, Milene Cé, detalhou as vantagens das IN’s que entram em vigor no próximo dia 30 de maio. Conforme ela, as mesmas são a modernização de legislações anteriores com o benefício de incentivar o avanço no processo de qualificação do produtor, o aumento da renda e da produtividade; a oferta de produtos lácteos de melhor qualidade, mais seguros e de maior valor agregado para os consumidores, e a harmonização do setor com regulamentações internacionais, entre outros. “O Brasil é importador de lácteos, embora seja o quinto produtor mundial de leite”, comparou, afirmando que o País não não consegue atingir mercados exigentes em função da matéria-prima que oferta.

No debate, Milene também defendeu que as novas regras irão diminuir a concorrência desleal entre indústrias e produtores e reduzir as fraudes para mascarar a má qualidade do leite. Já a fiscal da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural do Rio Grande do Sul, Karla Prestes Pivato, destacou que “toda a cadeia produtiva do setor é responsável pela qualidade do leite que chega à mesa do consumidor” e que as IN’s trazem novidades, por exemplo, na refrigeração e análise de amostras de contagem bacteriana.

O conselheiro técnico da Associação dos Criadores de Gado Holandês do Rio Grande do Sul (Gadolando), Vítor Pereira, participou do painel defendendo a importância da fiscalização e punição para fraudadores. “Eu vejo com muita preocupação a terceirização e a privatização dos autocontroles, a fragilização da fiscalização de produtos de origem animal”, declarou. O presidente do Sindicato das Indústrias de Laticínios do Rio Grande do Sul (Sindilat/RS), Alexandre Guerra, também manifestou apoio à fiscalização.

#SimvetRS #MédicoVeterinário #Expoleite #Fenasul #Inspeção #Lácteos #IN76 #IN77