• AgroEffective

Agptea anuncia ações para 2020 e apoio a movimento dos professores estaduais


A Associação Gaúcha de Professores Técnicos de Ensino Agrícola (Agptea) finaliza suas atividades em 2019 anunciando o seu apoio ao movimento contra o pacote do Executivo gaúcho que prevê mudança nas carreiras dos servidores públicos. A manifestação é do presidente da instituição, Fritz Roloff.


O dirigente avalia que o ano trouxe muitas conquistas, terminando 2019 com êxito mas, por outro lado, solidários ao magistério público estadual, que está em risco de perder conquistas históricas da categoria. “O governo estadual quer promover o fim do plano de carreira e nós nos somamos à luta com outros sindicatos e entidades que estão, diariamente na batalha, atuando junto à Assembleia Legislativa para que esse pacote do Executivo não seja aprovado da forma como foi encaminhado”, afirma Roloff.


Para o presidente da Agptea, a reforma proposta representa o total desmonte não só do salário, mas do magistério e, consequentemente, da educação pública estadual do Rio Grande do Sul. “Como não bastasse, ainda fomos surpreendidos com uma nova base curricular encaminhada pelo governo, substancialmente alterada e excluindo disciplinas fundamentais na formação de um jovem”, defende.


Por conta disso, Roloff manifestou preocupação em relação ao futuro da escola pública. “Neste final de ano, com a data que representa o nascimento de Cristo, que esse renascer na vida seja um símbolo para que possamos lutar por uma nova esperança fundamentada em uma educação que sirva de base para uma sociedade que está ávida em evoluir. Não são apenas com novas fábricas e presídios que se faz a coisa pública mas, principalmente, através da formação de jovens e adultos que queiram realmente se sentir incluídos na sociedade”, destaca.


Sobre a Agptea, o presidente da instituição adianta que serão realizadas várias ações em 2020 visando aos seus associados, em especial o professor e funcionário público estadual. A entidade também já está organizando sua participação na Fenasul Expoleite 2020, que será realizada na terceira semana de maio. Para o evento está previsto um seminário sobre os temas da diversidade e biodiversidade. “Quando o sistema que garante a vida no planeta está cada vez mais em risco - tudo é um conjunto - a educação precisa fazer sua parte no sentido de mostrar alternativas. Somente um povo esclarecido e educado vai saber se conduzir dentro da ética e de uma vida saudável, com uma alimentação equilibrada e tudo que agrega essa temática”, explica.


Outra iniciativa será o Encontro Estadual de Professores, agendado para outubro, em Santo Ângelo (RS). Na ocasião, serão realizadas eleições para a nova diretoria da Agptea e terá, ainda, um dia dedicado à visitação na escola Técnica Estadual Guaramano, em Guarani das Missões (RS). “Conclamamos e pedimos a Deus para que dê forças para que os educadores do Rio Grande do Sul se fortaleçam e possam estar cada vez mais comprometidos em desempenhar suas funções dentro de todas essas probabilidades, que não são boas. Não vamos nos entregar, queremos fazer merecer um mundo melhor e dar nosso legado para que a juventude possa dizer que a luta por uma escola plural e uma educação ampla, participativa e democrática vale a pena”, finaliza.


Foto: Ton Silva/Marca Mídia/Divulgação