top of page
  • Foto do escritorAgroEffective

Brigada Militar e Polícia Civil detalham projetos de inovação tecnológica para segurança pública


Com a presença de um  grande número de autoridades, ocorreu o lançamento oficial das Delegacias On-line Especializadas em Crimes Rurais, as Agrodol. Com a nova iniciativa, o governo do Estado pretende facilitar o registro de ocorrências no campo e otimizar o trabalho das polícias, para a solução dessas demandas. A apresentação foi feita na casa da Farsul, na Expointer, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio (RS).

.

O secretário da Segurança Pública, Sandro Caron, apresentou a diminuição do índice de criminalidade no campo, como a redução no abigeato em 14,4% de janeiro a julho de 2023, com relação ao ano passado, além de 15% em roubo a propriedade e 6% nos crimes contra a vida. “Mesmo com estas reduções de violência não estamos satisfeitos, e para 2024 iremos criar a Divisão de Combate aos Crimes Rurais”, anunciou.


Após a divulgação dos dados, o comandante-geral da Brigada Militar, Cláudio Feoli, e o Chefe da Polícia Civil do estado, delegado Fernando Sodré, falaram da importância do compartilhamento de informações entre as forças policiais e do trabalho das Patrulhas Rurais. Também destacaram o trabalho das Delegacias de Polícia Especializadas na Repressão aos Crimes Rurais e de Abigeato, as  Decrabs, que atualmente são quatro - em Alegrete, Bagé, Camaquã, Cruz Alta - e que irão aumentar para sete, a fim de atender todas as macrorregiões do estado – Campanha, Fronteira Oeste, Costa Doce e Litoral, Fronteira

Noroeste, Litoral Norte e Metropolitana, Região Central e Campos de Cima da Serra.


Para a produtora rural Antonia Scalzilli, que coordena a área de segurança no campo da Federação Brasileira das Associações de Criadores de Animais de Raça (Febrac), todas as iniciativas são bem-vindas e necessárias. “Tivemos grandes avanços e vamos comemorar, mas precisamos fazer mais, pois mesmo os índices de criminalidade estando menores, ainda há a sensação de insegurança. Por isso eu saí da minha propriedade para trabalhar pela segurança e irmos além, afirmou.”


Segundo o governador Eduardo Leite, segurança pública é prioridade. “Reduzimos os homicídios em 35% e passamos de 16 mil veículos roubados para cinco mil, mais de 70% de redução, algo inimaginável. O foco será agora segurança patrimonial. Não vamos tolerar invasões no campo. O estado está de prontidão para agir imediatamente. Esperamos evoluir ainda mais no aparelhamento das polícias, dar cada vez mais condições, inclusive no campo, para combater o crime com rigor, destacou.”


Ainda participaram do encontro o presidente da Farsul, Gedeão Pereira, o deputado estadual Frederico Antunes, que inclusive recebeu uma placa por sua atuação como ativista na causa da segurança no campo. Ao término da solenidade foi feita a entrega de três viaturas para a Brigada Militar.

Comments


bottom of page