top of page
  • Foto do escritorAgroEffective

Crescimento da Olivicultura gaúcha é destaque no evento Oliva no Cais


O Cais Embarcadero recebeu neste sábado, 28 de outubro, especialistas, produtores e entusiastas para debater os marcos e desafios da olivicultura no estado durante o evento Oliva no Cais, promovido pelo Instituto Brasileiro de Olivicultura (Ibraoliva). Além das palestras, o local conta com uma feira com 31 expositores de azeites de oliva produzidos no Rio Grande do Sul.


Paulo Lipp, ligado à Câmara Setorial das Oliveiras da Secretaria da Agricultura, Pecuária, Produção Sustentável e Irrigação (Seapi), delineou a trajetória da olivicultura no Estado, desde seus desafios iniciais até os expressivos números atuais: 96 marcas de azeite e 320 produtores espalhados pelas regiões gaúchas. Ele ressaltou: "Jamais imaginei que chegaríamos aqui. Agradeço e dou os parabéns a todos os que acreditaram que era possível e tiveram a coragem de adaptar uma cultura mediterrânea para um clima subtropical úmido".


Silvia Schumacher, representante da Secretaria de Inovação, Ciência e Tecnologia (Sict), discorreu sobre o Selo Premium, implementado em 2021, afirmando que o reconhecimento "nos colocou num degrau acima", sublinhando o papel do selo na valorização dos produtos derivados das olivas cultivadas no estado.


Concluindo as apresentações, Cláudia Mara Borges, da Secretaria de Turismo, destacou a importância crescente do olivoturismo. "Tudo se trata de levar o produto certo ao público certo. O olivoturismo oferece saúde de valor agregado à experiência", observou, citando ainda a proativa participação da olivicultura gaúcha em feiras nacionais e internacionais.

Comments


bottom of page