top of page
  • Foto do escritorAgroEffective

Feiras de verão no Rio Grande do Sul movimentam e mostram potencial da ovinocultura


O verão no Estado do Rio Grande do Sul será movimentado pelas diversas feiras que trarão às pistas pelo interior a genética e a produção dos criadores de ovinos. Tradicional momento de julgamentos das mais diversas raças, os espaços também servirão para a promoção da ovinocultura e oportunidade de negócios.


De acordo com o presidente da Associação Brasileira de Criadores de Ovinos (Arco), Edemundo Gressler, a expectativa é bastante boa em termos de presença de animais e também sobre as perspectivas de sucesso na comercialização. “As feiras são muito importantes, mas é importante também termos liquidez nos negócios, dentro de uma realidade, em especial da lã. Nós produtores sabemos que temos que produzir bons cordeiros e bons cordeiros se produzem com bons reprodutores. Teremos cerca de 15 raças ovinas que vão circular nessas exposições proporcionando negócios não só ao produtor de genética mas ao produtor comercial, em especial para a carne ovina”, observa.


O dirigente reconhece o trabalho realizado pelas entidades e sindicatos rurais na promoção dos eventos da ovinocultura, tendo em alguns deles inclusive espaço para outras espécies. “Tenho dito sobre o nosso reconhecimento, não só como dirigente, mas também como criador e produtor de genética, para os sindicatos rurais e instituições que organizam e promovem as exposições. Elas têm um trabalho maravilhoso de oportunizar a todos os criadores a levarem seus animais para serem julgados e avaliados e também realizar a comercialização. Temos que reconhecer cada sindicato e entidade que nos permitem mostrar nossos animais”, destaca.


Entre as feiras que serão realizadas neste período estão a 44ª exposição de verão de Dom Pedrito (RS), incluindo a Nacional da Raça Corriedale. Na semana seguinte, de 9 a 13 de janeiro, já ocorre a 16ª Agrovino em Bagé (RS), com também a Nacional do Poll Dorset e a Estadual do Ile de France e presença significativa de animais. Na sequência, Sant’Ana do Livramento (RS) tem a 46ª Feira de Ovinos, de 18 a 21 de janeiro. Mais ao final do mês, de 25 a 28 de janeiro, ocorre a 40ª Feovelha de Pinheiro Machado, uma feira tradicional e que neste ano realiza a data comemorativa dos 40 anos. Depois Herval faz sua tradicional feira de 31 de janeiro a 4 de fevereiro, e chega à 46ª edição. O presidente da Arco destaca também evento em Jaguarão. “Temos este importante circuito de eventos que irão ocorrer”, complementa.


Foto: Robispierre Giuliani/Divulgação


Comments


bottom of page