top of page
  • Foto do escritorAgroEffective

Fundação Pró-Sementes leva seu portfólio de cultivares para a Expodireto Cotrijal

Atualizado: 3 de mar. de 2022


O Licenciamento de Cultivares será o foco da participação da Fundação Pró-Sementes durante a Expodireto Cotrijal, que se realiza de 7 a 11 de março no Parque da Expodireto, em Não-Me-Toque (RS). Será apresentado no estande da empresa durante a feira o portfólio de soja e trigo onde os produtores poderão conhecer o trabalho realizado pela Fundação e tirar dúvidas técnicas junto aos colaboradores.


Conforme o diretor Técnico e Administrativo da Fundação Pró-Sementes, Alexandre Levien, além do Licenciamento, outros negócios como a Certificação de Sementes, Pesquisa Agrícola e Capacitação em Sementes também serão apresentados. “O objetivo é demonstrar todo o nosso portfólio de cultivares e serviços e interagir com clientes, produtores que querem tirar dúvidas e conhecer os nossos materiais. É um ponto de encontro para estreitar as relações”, observa.


Um dos chamarizes da Fundação também estará por conta da parceria com o doutor em Ciência e Tecnologia de Sementes, Evaldo Cervieri Filho, que prestará consultoria aos produtores em termos de produção, beneficiamento, projetos, entre outros. “Como ele é experiente nesta área de projetos, em especial em itens de como montar uma Unidade de Beneficiamento de Sementes (UBS) ou sobre a área de secagens, estará ali para todos que quiserem tirar alguma dúvida”, salienta Levien.


Para o diretor da Fundação Pró-Sementes, a Expodireto Cotrijal é um momento importante para manter o relacionamento com os produtores, com a oportunidade de troca e estreitar relações. “É muito importante na questão da aproximação com o público. Recebemos visitas também de pessoas de outros Estados”, destaca.


A Fundação Pró-Sementes, com sede em Passo Fundo (RS) e unidades em Campo Mourão (PR) e Rondonópolis (MT), conta com uma rede experimental que desenvolve o trabalho de Pesquisa com as culturas de verão e inverno, apoiando obtentores na identificação de novas cultivares, conduzindo ensaios de Valor de Cultivo e Uso (VCU) para fins de registro e ensaios de validação de novas tecnologias.


Também são realizados os Ensaios de Cultivares em Rede (ECR), que testam cultivares de soja e trigo indicadas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento para os estados do Rio Grande do Sul. Esses ensaios são conduzidos desde 2008 em mais de 30 locais representativos de diferentes microrregiões produtoras, garantindo um grau de confiança sobre o desempenho de cada cultivar testada.


Комментарии


bottom of page