top of page
  • Foto do escritorAgroEffective

Lançamento da Fenasul Expoleite evidencia esforços de parceiros para promoção do setor


A 17ª Fenasul e 44ª Expoleite foi lançada oficialmente nesta quarta-feira, 03 de maio, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio (RS). Na ocasião, foi realizado um café da manhã, na casa da Associação dos Criadores de Gado Holandês do Rio Grande do Sul (Gadolando), com a presença de autoridades e representantes das entidades promotoras e apoiadoras. O evento que vai ocorrer entre os próximos dias 17 e 21 contará com mais de 500 animais inscritos entre as raças Holandesa, Jersey, Gir Leiteiro, Girolando e búfalas leiteiras, coelhos, cavalos e gado de corte.


O presidente da Gadolando, Marcos Tang, afirmou, em seu discurso, que todos estão trabalhando para que o evento tenha um recorde de público e faça a integração entre o campo e a cidade. “As feiras servem para mostrar que um depende do outro”, enfatizou, colocando que apesar das dificuldades que o produtor de leite enfrenta, ele tem matrizes com produções excelentes, vitalidade e morfologia para viver muito. Segundo Tang, o setor leiteiro está chegando em uma feira depois de três anos adversos de condições climáticas. “Quem saiu não significa que fosse inoperante, e lamentamos muito, mas quem ficou tem conhecimento e trabalha com genética de ponta. Hoje, é possível produzir com uma vaca o que antes precisava de três e se vê isso no melhoramento genético e na condução deste animal” pontuou. Tang encerrou sua fala destacando que o produtor de leite está fazendo o tema de casa mesmo com a dificuldade”.


Para o presidente da Fetag-RS, Carlos Joel da Silva, “a feira é um importante espaço para mostrar ao grande público a importância da cadeia leiteira gaúcha, assim como valorizar quem trabalha numa atividade que exige dedicação diária”. Silva disse também que “a feira é um grande espaço para as agroindústrias familiares, que sempre oferecem bons produtos para os visitantes”.


O presidente da Federação Brasileira das Associações de Criadores de Animais de Raça (Febrac), João Francisco Bade Wolf, disse, por sua vez, que está orgulhoso pelas associações de raça estarem prestigiando a Fenasul Expoleite. “A Febrac vem para congregar e agrupar as raças, tornando-as muito grandes. É importante que um maior número de nossos associados participe de um evento como este. Nem todas estarão presentes, pois muitas irão participar de suas festas nacionais em Uruguaiana e Bagé, mas tenho certeza que vamos ter uma grande feira”, observou.


Em sua manifestação, o presidente do Sistema Farsul, Gedeão Pereira, destacou a posição do agronegócio brasileiro no cenário internacional. Lembrou que o país é o maior exportador líquido do mundo e terceiro maior produtor de alimentos. “Somos líderes em quase tudo, mas, infelizmente, no leite não somos competitivos”, comentou. “Somos o terceiro maior produtor de leite do mundo. Porém, temos grandes problemas a serem resolvidos, externos e internos. A questão dos acordos internacionais é um deles e, internamente, vemos que está diminuindo o número de leiteiros. Por outro lado, está aumentando a produtividade e é isso que irá garantir nossa competitividade. A produção aumenta com genética e nutrição, são elas que irão nos trazer escala”, afirmou ao lembrar do programa Duas Safras. “E a Fenasul tem essa magnífica característica que é nos trazer genética”, concluiu.


O prefeito de Esteio, Leonardo Pascoal, agradeceu a parceria firmada entre os organizadores e destacou a importância do trabalho conjunto para a realização de uma feira ainda maior. “Iniciaremos mais uma Fenasul Expoleite com a convicção de que vamos fazer a maior edição da história, pelo número de expositores, de expectativa de negócios e de público. Nossa Multifeira cresce ainda mais e se consolida na Fenasul Expoleite, ocupando, este ano, três pavilhões, com previsão de mais de 200 expositores de diferentes segmentos e novidades como o espaço de inovação, reunindo polos tecnológicos e instituições de ensino, e feira de cutelaria. Paralelo a isso, teremos uma programação diversificada, com shows e o rodeio artístico, o qual já conta com a representação de mais de 40 municípios. Estamos convictos que a 3ª Multifeira, a 17ª Fenasul e a 44ª Expoleite serão um grande sucesso”, disse.


Para o secretário da Agricultura, Giovani Feltes, a Fenasul Expoleite tem um significado do ponto de vista cultural, social e histórico já consolidado aqui no Estado do Rio Grande do Sul. “Mais do que valorizar a produção leiteira e sua qualidade, mais do que reconhecer a excelência do trabalho daqueles que trabalham no campo, é fundamental comemorar, trocar experiências e compartilhar com a sociedade a importância e relevância de todo um setor produtivo. O Estado tem sido parceiro de todas as atividades setoriais e aqui será o momento de exortar aqueles que produzem, mas também os que consomem, pela reconhecida excelência do nosso agro”, ressaltou.


A programação da Fenasul Expoleite terá entrada gratuita e contará com uma intensa programação, como Concurso Leiteiro e Avaliação Morfológica das raças de gado de leite. O evento contará também com rodeio, multifeira de Esteio com a participação de 32 agroindústrias familiares, seminários técnicos promovidos pela Associação Gaúcha de Professores Técnicos de Ensino Agrícola (Agptea), além de Feira de Terneiros da Farsul com a venda de 500 animais, entre outras atrações.


Foto: JM Alvarenga/Divulgação

Comments


bottom of page