top of page
  • Foto do escritorAgroEffective

Meliprodutor de Silveira Martins vence Concurso do Melhor Mel das Abelhas sem Ferrão


Meliponicultores do Sul do país prestigiaram o Primeiro Seminário de Meliponicultura de Horizontina(RS), que se encerrou neste sábado, 30 de abril. O evento, promovido pela Associação dos Meliponicultores do Vale do Alto Taquari (Amevat), terminou com a expectativa de que as abelhas nativas e seus meliprodutos ganhem mais visibilidade no Estado. Além da intensa programação que reuniu um grande público, o Seminário também foi palco do primeiro Concurso que elegeu o melhor mel das abelhas sem ferrão do Rio Grande do Sul.


O inédito troféu Pote de Ouro foi entregue a Cézar Augusto Comaretto, do Meliponário Guaçu, do município de Silveira Martins(RS), que venceu com o Mel de Jataí. Ele também recebeu premiação do terceiro lugar com o Mel de Canudo. “O segredo para um bom mel é a vegetação. O local onde crio as minhas abelhas é abundante em mata nativa”, contou. O meliponário de Comaretto fica a 20 quilômetros de Santa Maria (RS).


O presidente da Amevat, Nelson Angnes, agradeceu a todos que participaram do Seminário. “Foram dois dias importantes de troca de experiências e conhecimentos que vamos guardar na história da Associação”, afirmou.


Nos dois dias do evento a programação foi intensa. Alunos de diversas escolas visitaram a exposição de abelhas e de meliprodutos, assim como puderam participar de diversas oficinas oferecidas. Nas palestras, a interação com os alunos também ganhou destaque. Os palestrantes Paulo Conrad, engenheiro agrônomo, e o doutor Mikhael Marques, professor da pós-graduação de Fitoterapia e Plantas Medicinais da USP, ao lado do presidente da Amevat, entregaram prêmios aos estudantes que responderam a questionamentos feitos após as palestras. Conforme Conrad, as crianças serão as guardiãs das abelhas, por isso, o empenho em conquistá-las.

Comments


bottom of page