top of page
  • Foto do escritorAgroEffective

Números da safra gaúcha de arroz trazem tranquilidade sobre abastecimento e exportações


Apesar dos problemas enfrentados em algumas regiões do Rio Grande do Sul, como a Fronteira Oeste, devido à última estiagem, a safra de arroz é boa chegando próxima a 7,1 milhões de toneladas. A afirmação é da Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul (Federarroz) com base em números do Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga).


Segundo o presidente da entidade, Alexandre Velho, estes números trazem tranquilidade para o mercado interno e continuar buscando a exportação para trazer uma referência trazendo sustentabilidade aos preços. “Apesar da diminuição da safra na Fronteira Oeste devido ao problema da seca, temos um aumento de produtividade nas demais regiões o que compensou uma parte da quebra desta região”, destaca.


De acordo com o dirigente, o uso de tecnologias e cultivares mais produtivas proporcionou essa produtividade nas demais regiões. “Os produtores vem intensificando os sistemas de produção, aumentando a rotação com soja e com milho e buscando então altas produtividades para poder enfrentar os custos de produção cada vez maiores”, observa.


Para o presidente da Federarroz, estes números são o reflexo da competência dos produtores em buscar alternativas e que esta safra gaúcha traz tranquilidade com relação ao abastecimento para os mercados interno e externo.


Foto: Paulo Rossi/Divulgação

Comments


bottom of page