top of page
  • Foto do escritorAgroEffective

Rio Grande do Sul vai conhecer melhores méis de abelhas sem ferrão


O Rio Grande do Sul vai eleger este mês os melhores méis de abelhas sem ferrão do Estado. Será durante a primeira edição do Seminário de Meliponicultura da Região Noroeste, promovido pela Associação dos Meliponicultores do Alto Vale Taquari (Amevat), nos dias 29 e 30 de abril no município de Horizontina (RS). Os primeiros lugares levarão para casa o inédito troféu Pote de Ouro.


Serão conhecidos os vencedores em duas categorias, que são a de maturado e refrigerado. Os produtos serão disponibilizados para degustação às cegas dos jurados. Os três melhores exemplares de cada categoria irão compor o pódio e o de maior pontuação entre eles será o vencedor. De acordo com o presidente da Amevat, Nelson Angnes, são 24 espécies de abelhas nativas no Rio Grande do Sul e que as pesquisas estão sendo realizadas mostrando os benefícios do consumo do produto. "Temos diversos tipos de méis das abelhas nativas, diferenciados em gosto e sabor. Temos uma riqueza muito grande dos produtos que vem destas abelhas. Elas produzem pouco mel, mas é um mel fora de série e que agrega à saúde da humanidade", destaca.


Os interessados em participar têm até o dia 20 de abril para realizar o envio das amostras. Deve ser encaminhada 250 gramas do produto em embalagem plástica transparente, apropriada para mel, identificada e devidamente acondicionada em embalagem de isopor por meio de Sedex dos Correios para o endereço Avenida Alexandrino de Alencar, 1587, Morada do Vale 1, em Gravataí (RS), com o CEP 94085-120. Podem participar apenas méis de abelhas nativas sem ferrão de meliponários com sede no Rio Grande do Sul.


O primeiro Seminário de Meliponicultura da Região Noroeste tem a realização da Amevat, Prefeitura Municipal e Câmara de Vereadores de Horizontina e Emater, além do apoio de MaxBem, Agptea e Agronatur.

Comments


bottom of page