top of page
  • Foto do escritorAgroEffective

Seminário marca presença da Agptea na região do Pampa gaúcho


O Seminário Solos e Cultura de Oliveiras realizado nos dias 17 e 18 de agosto, em Caçapava do Sul (RS), marcou o início dos trabalhos da Associação Gaúcha de Professores Técnicos de Ensino Agrícola (Agptea) na região do Pampa. Recentemente a entidade adquiriu um imóvel nas Minas do Camaquã para a criação de um centro de qualificação profissional. O evento ocorreu no Auditório Instituto de Educação e contou com um público acima do esperado, com a presença de mais de 200 pessoas, entre as quais alunos e professores das escolas agrícolas estaduais.


A programação contou com palestras e visitas técnicas. André Dabdab Abichequer, da Seapdr/Emater, abordou o tema “Diagnóstico da Fertilidade dos Olivais”; e o engenheiro agrônomo Alexandre Rosso, da Fida Construção Civil e Agronegócios, falou sobre a produção e comercialização dos produtos da empresa. Já Edson Ortiz, da Divinut e diretor da Associação Brasileira de Nozes e Castanhas, palestrou sobre o cultivo da noz-pecã. Os produtores rurais Rosane e Jorge Abdalla, por sua vez, abordaram o tema “Oliveiras: Impacto de Produção no Bioma, Sustentabilidade e Sucessão Familiar”. E Edson Batista Dorneles, da Emater/Regional, falou sobre a Nutrição na Cultura da Oliveira.


Conforme o presidente da Agptea, Fritz Roloff, é necessário socializar cada vez mais o conhecimento de forma que os paradigmas sejam quebrados da velha lógica de ensinar. “Precisamos aprender um com o outro, compartilhando as boas experiências'', enfatizou, colocando que muitas vezes as escolas não têm acesso às tecnologias que estão nas empresas, nas propriedades. “A Agptea pretende ser uma facilitadora desse processo de interação, mostrando que o ensinar e o aprender valem a pena”, observou.


Roloff destacou, ainda, que a Agptea tem uma grande parceria com as empresas voltadas para a questão da oliva e da noz-pecã. “Também somos parceiros das empresas de calcário, especialmente a Fida que está abrindo os seus laboratórios para que as pessoas possam conhecer de perto o trabalho de micro elementos que compõem os adubos e as necessidades para os nossos solos”, informou.


O dirigente também participou da reunião dos prefeitos do Codepampa (Consórcio de Desenvolvimento do Pampa Gaúcho), na cidade de São Gabriel (RS), à convite do prefeito de Lavras do Sul, Sávio Johnston Prestes. “Ele entendeu a importância da Agptea trazer para toda a região do Pampa as suas ideias, a sua proposta de um centro de qualificação profissional junto às Minas do Camaquã”, afirmou, salientando que essa inovação da entidade foi muito bem recebida pelos prefeitos presentes à reunião, que parabenizaram a Associação pela iniciativa.


De acordo com Roloff, os prefeitos acreditam ser fundamental que haja cada vez mais uma interação da comunidade com a formação de futuros técnicos e também de mão de obra qualificada conforme a necessidade regional. “Temos a certeza de que estamos conseguindo desempenhar o nosso papel, pois a receptividade é muito grande”, comemorou.


O Seminário Solos e Cultura de Oliveiras foi realizado pela Agptea com a coordenação do professor Paulo Benites. O evento contou com o apoio da Câmara de Vereadores de Caçapava do Sul, das prefeituras municipais de Caçapava do Sul e Lavras do Sul, da Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), Emater, Cotrisul, Fida, Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Caçapava do Sul, Ibraoliva e Escola Técnica Agrícola Dr Rubens da Rosa Guedes (ETERRG).

留言


bottom of page