top of page
  • Foto do escritorAgroEffective

Vencedores da PAC e PEA Hereford e Braford são anunciados durante Dia de Campo


A Associação Brasileira de Hereford e Braford (ABHB) e a Embrapa Pecuária Sul receberam criadores e entusiastas das raças Hereford e Braford no Dia de Campo PAC e PEA, nos campos da Embrapa Pecuária Sul, em Bagé (RS). O evento foi marcado pela apresentação dos animais vencedores da Prova de Avaliação a Campo (PAC) e Prova de Eficiência Alimentar (PEA) da edição 2023/2024, os quais demonstraram excelência em suas respectivas categorias. Além disso, o Dia de Campo contou com palestras sobre cada aspecto avaliado das provas.


As avaliações realizadas pela PAC e PEA geram informações importantes que permitem aos produtores selecionarem reprodutores jovens que atendam às necessidades de melhoramento dos rebanhos. A prova é uma importante ferramenta da ABHB em parceria com o Polo de Excelência Genética para Raças Taurinas (PoloGen), da Embrapa Pecuária Sul, com foco no melhoramento genético contínuo das raças. “Grande satisfação e orgulho da ABHB estar aqui nessa sede da Embrapa, importante instituição, parceira a anos da ABHB e que nos dá todo respaldo não só nessas provas de avaliação e eficiência alimentar assim como no Programa de Melhoramento Genético PampaPlus”, destacou Eduardo Soares, Presidente da ABHB. Soares também comentou sobre as atualizações das provas. “Temos muitos projetos pela frente baseados na evolução e necessidade dos criadores em testar mais linhagens de animais eficientes que revertam diretamente na rentabilidade das propriedades, então isso será trabalhado e, a partir da próxima edição, iremos remodelar as provas” comentou.


Conforme o chefe-geral da Embrapa Pecuária Sul, Fernando Cardoso, a parceria com a ABHB é histórica e vem evoluindo conforme as demandas do setor produtivo e da sociedade. “Hoje o foco está na eficiência, na sustentabilidade. Temos feito estudos com modelos bioeconômicos para relacionar o desempenho dos animais com o resultado econômico do sistema de produção, assim como a eficiência de conversão do alimento pelos animais, ou seja, essa relação entre o ganho de peso e o consumo de alimento, que é fundamental dentro desses modelos”, destacou Cardoso ao lembrar a importância da parceria entre pesquisa e criadores para estabelecer os bancos de dados necessários para que se disponibilize, no futuro, índices de seleção com foco em características como a eficiência alimentar.



Na PAC o primeiro lugar ficou com a Cabanha Primavera, de Geraldino Esteca Cabral, localizada em São Pedro do Sul (RS), com o animal G040. A propriedade também conquistou o segundo lugar com o reprodutor G029. O terceiro lugar ficou com o animal Z089, da Cabanha do Bolso, de Francisco Geraldo Pereira de Souza, de Santa Margarida do Sul (RS). “Ficar em primeiro e segundo lugar em uma prova desse nível, para nós, é motivo de muito orgulho. Participamos a alguns anos, pois acreditamos e sabemos da valorização que essas avaliações agregam aos animais”, observou.



Na PEA a propriedade que conquistou o primeiro lugar foi a Fazenda Santa Tereza, de Arambaré (RS), de Sucessão Dario Silva Azambuja, com o reprodutor R4712. O segundo lugar da prova ficou com o exemplar 2067, de Gustavo Camponogara e Gilberto Camponogara, da Estância Rio Negro, de Bagé (RS). Já o terceiro colocado foi o animal B062, da Fazenda Santa Prenda, de Sergio Renato Dias Barbieri, também de Bagé (RS). “São mais de 20 anos participando dessas provas e isso evidencia a importância que elas têm no desenvolvimento das nossas raças e o direcionamento do melhoramento genético das mesmas. Para nós, é uma satisfação ter ficado em primeiro lugar na PEA, estamos muito felizes com o resultado e se Deus quiser ano que vem estaremos participando novamente”, salientou Paulo Azambuja, proprietário da Fazenda Santa Tereza.


Fotos: Ricardo Móglia Pedra/Divulgação

Comments


bottom of page