• AgroEffective

Colheita do milho se encaminha para o final no Rio Grande do Sul


Com a colheita na reta final, a safra de milho no Rio Grande do Sul deve ser de 5,38 milhões de toneladas segundo as estimativas da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). A cultura, que foi semeada em uma área de um milhão de hectares, deve manter uma média de colheita igual a do ano passado, o que ainda não é suficiente para atender a demanda dos setores de aves e suínos do Estado.

A safra poderia ser maior se não fosse o clima. O milho é uma das culturas mais suscetíveis ao tempo seco. "Foi um ano normal em termos de produção com rendimentos muito bons, mas o período de estiagem no período de dezembro prejudicou algumas lavouras", avalia o gestor de Marketing e Serviços da Cooperativa dos Agricultores de Plantio Direto (Cooplantio), Dirceu Gassen.

Além da produção para ração animal, o milho desempenha papel fundamental na preservação e manutenção das lavouras de soja, auxiliando no combate a pragas e doenças desta cultura. "O milho é uma cultura que é a base da sustentabilidade da produção de soja. Para se ter uma ideia, com o milho podemos produzir o dobro de palha com a mesma quantidade de água em relação à soja. É uma cultura que exige conhecimento e com alto potencial de rendimento", complementa Gassen.

A família Basso ocupa 1,7 mil hectares de um total de 3,6 mil hectares de suas propriedades na região de Vacaria com a cultura do milho. Além disso também são grandes produtores de semente no Estado. A safra deste ano, conforme o produtor Pedro Basso, teve problemas pontuais devido ao tempo seco. "O milho sofreu com a seca, algo que não acontecia aqui na região, mas quem conseguiu um bom manejo não sofreu com as perdas", explica.

Basso concorda com a afirmação de que o milho auxilia também como proteção para o plantio de soja. Entre as práticas adotadas na propriedade, informa que utilizam diferentes variedades, fazem o escalonamento da semeadura ao longo do período da safra e realizam a rotação de culturas para minimizar perdas. "Além disso a gente preza por uma boa cobertura de solo com plantas que dão uma palhada boa", ressalta o produtor.

Dia Internacional do Milho

Neste dia 24 de abril comemora-se o Dia Internacional do Milho. A cultura é nativo na América, foi usada pelos indígenas e adotada pelos imigrantes europeus. É uma das plantas estudadas e melhoradas geneticamente, chegando entre os grãos mais utilizada para alimentação humana. Na lavoura desempenha função importante na geração de renda e é fundamental no processo de rotação e sucessão com a cultura da soja.

A planta produz grande volume de palha e desenvolve raízes profundas, necessárias para a fertilidade física e biológica do solo. Cada planta desenvolve espigas que chegam a produzir mais de 300 gramas de grãos. O potencial de produção em lavouras é superior a 18 toneladas de grãos por hectare.Os Estados Unidos produzem mais de 45% do milho no mundo. Os rendimentos médios nos últimos dez anos foram de 9,4 toneladas/hectare, considerados elevados e referência para os produtores de outros países. O Brasil e o Rio Grande do Sul, tem produções médias semelhantes, em torno de 3,7 t/ha, apenas 40% dos rendimentos obtidos por hectare nos Estado Unidos.

Entretanto, nesse dia internacional do milho é importante destacar que os agricultores do Rio Grande do Sul, que adotam boas práticas e manejam a cultura do milho em sistemas de produção planejados, obtém rendimentos médios semelhantes aos dos Estados Unidos.

As médias de colheitas dos bons produtores de milho do Rio Grande do Sul, chegam a 9,2 t/ha, equivalente a 150% acima das médias de colheita de milho no Estado todo. "Nesse dia internacional do milho podemos assumir que há uma evolução extraordinária na agricultura gaúcha e brasileira. Os agricultores que usam o conhecimento disponível, adotam boas práticas produzem ao mesmo nível dos melhores agricultores das regiões mais desenvolvidas do mundo. No dia do milho, podemos comemorar os bons rendimentos, homenageando os agricultores que dão exemplo aos demais", destaca Gassen.

#cooplantio #milho #produtividade #colheita #riograndedosul

RELEASES

  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco
  • LinkedIn - Círculo Branco
  • SoundCloud - Círculo Branco
  • Spotify - Círculo Branco