• AgroEffective

Sistemas inteligentes para ampliar a produtividade das lavouras


Planejar sistemas inteligentes, considerando as variabilidades químicas, físicas e biológicas do solo nos sistemas de produção de inverno e verão. Esta é a ideia que Antônio Santi, engenheiro agrônomo e professor da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), campus de Frederico Westphalen, vai apresentar na palestra Os processos físicos, químicos e biológicos da fertilidade do solo no segundo dia do 29º Seminário Cooplantio, que ocorre de 2 a 4 de junho no Centro de Eventos do Hotel Serrano em Gramado (RS).

Para o especialista, O maior desafio atualmente é o de conduzir as potencialidades e entender os processos de como inovar e agregar valor utilizando a agricultura de precisão. As planta são os melhores sensores do ambiente e responderão ao manejo adotado na lavoura. "O que se pode fazer mais utilizando a agricultura de precisão? Precisamos entender todos estes processos e permitir a elaboração de planos de manejos inteligentes e não simplesmente ações isoladas", avalia.

Outra questão levantada por Santi é a utilização máxima do solo nos 12 meses do ano. Conforme o professor, boa parte dos produtores pensam no trabalho para a safra de verão e abandonam a terra no inverno. “Adotar manejo de inverno para melhorar a eficiência na produção do verão. Se unirmos a tecnologia da agricultura de precisão com o sensor de inverno e verão teremos um salto de qualidade surpreendente. Isto depende de um plano inteligente", conclui.

O Seminário Cooplantio continua com inscrições abertas até o dia 28 de maio e podem ser feitas pelo site www.cooplantio.com.br/seminario.

#cooplantio #semináriocooplantio #gramado #antôniosanti