• AgroEffective

Conjuntos superam adversidades e garantem a vaga em Pato Branco


As adversidades impostas pelo clima, a pista pesada e enlameada pela chuva, e o gado ligeiro no brete e na mangueira, não foram suficientes para tirar o brilho e a qualidade da classificatória de Pato Branco (PR) ao Freio de Ouro. Na disputa semifinal, realizada entre os dias 30 de maio e 1º de junho, o cavalo Crioulo mostrou que as suas virtudes superam qualquer dificuldade e evidenciam o seu potencial sob qualquer condição.

Prestigiada por significativo público, que ocupou as arquibancadas do Parque de Exposições do município, a seletiva garantiu a presença de quatro competidores machos e outros quatro da categoria fêmeas na decisão da modalidade, em agosto na Expointer. Os jurados da prova foram João Luís Arísio, Jorge Aginelo do Nascimento e Manuel Vanderlei Braz Gonçalves, e o técnico da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos, Henrique Gonzalez, foi o responsável pela supervisão.

Os grandes vencedores da classificatória da região sete foram a égua Xalana dos Castanheiros, exposta por Miguel e Rodrigo Scarpellini Campos, com a nota final de 18,613, e o cavalo Destaque da Maior, de propriedade da Parceria Destaque da Maior, com 20,880.

Na avaliação do jurado Jorge Nascimento, a prova exigiu muito preparo dos competidores. “Entre as fêmeas tivemos uma alternância grande e se destacou quem errou menos e soube mostrar o seu potencial mesmo com as dificuldades”, diz. “A qualidade e a experiência fizeram a diferença nos machos”, complementaram Arísio e Gonçalves.

Proprietários e ginetes celebram a vaga

O expositor de Xalana dos Castanheiros, Miguel Scarpellini Campos, comemorou a classificação lembrando da superação e evolução do animal na disputa. “Foi uma prova muito difícil, saímos em décimo lugar no primeiro dia. Para nós chegar em primeiro foi uma grande vitória”, afirmou. Reforçando as palavras do criador, Miguel Souza elogiou a égua que além da vaga lhe rendeu o prêmio de Ginete Destaque da classificatória. “Foi uma prova desgastante, mas ela se recuperou bem. Sempre confiei que daria para chegar e nunca desistimos”.

Da mesma forma, a vitória de Destaque da Maior foi exaltada pelo seu ginete e comemorada pela parceria de expositores. O animal, que já foi quarto colocado no Freio de Ouro por duas vezes, volta à mais uma final querendo um lugar mais alto no pódio. “Ele está mais maduro agora, ganhou mais corpo e melhorou morfológicamente”, avaliou o ginete Cezar Freire. “O cavalo cada vez mais vem se comprovando como extremamente funcional. Ele está com apenas sete anos e o seu currículo é uma prova disso”, acrescentou Luciano Ghisleri, integrante da parceria.

A próxima etapa classificatória será realizada em Uruguaiana (RS), entre os dias 5 e 8 de junho. O circuito do Freio de Ouro conta com o patrocínio de Ipiranga, Massey Ferguson, Banrisul e Vivo, e ainda com o apoio de Supra e Biscoitos Zezé.

Confira o resultado

Fêmeas

1º Lugar

Xalana dos Castanheiros, filha de Pergaminho AA e Lontra dos Castanheiros; criador e expositor Miguel e Rodrigo Scarpellini Campos, Cabanha dos Castanheiros, Pejuçara/RS

Ginete: Miguel Souza

Nota: 18,613

2º Lugar

TJ Vanera, filha de Santa Elba Cogollo e Itaperajú Barbuda; criador e expositor Telmo Motta Júnior, Cabanha Don Tejú, São Borja/RS

Ginete: Charles Fagundes

Nota: 18,481

3º Lugar

Delicada da Maya, filha de Dom Carrasco do Purunã e OK Iemanjá; criador Zuleika Borges Torrealba e expositor Elizabeth Lemanski, Fazenda Paraíso, Curitiba/PR

Ginete: Luiz Fernando Rodrigues de Rodrigues

Nota: 18,329

4º Lugar

Santo Onofre Rainha, filha de LS Balaqueiro e STO Filua; criador Nestor Augusto/Jorge Rosas Demiate Jr. e expositor Cabanha Don Diló e Cabanha Santo Onofre, Cabanha Don Diló e Cabanha Santo Onofre, Bagé/RS

Ginete: Germano Chempceke

Nota: 18,322

Machos

1º Lugar

Destaque da Maior, filho de JLS Hermoso e Desejada da Boa Vista; criador André Ricardo Souto Maior e expositor Parceria Destaque da Maior, Cabanhas Vila Verde, Colunas da Serra, SJ e Herança Infinita, Jaraguá e Joinville/SC e São Lourenço do Sul/RS

Ginete: Cézar Augusto Schell Freire

Nota: 20,880

2º Lugar

Floreio Gravatá, filho de Agua de Los Campos y Maquena Criterioso e Anahy Gravatá; criador e expositor Francisco Kessler Fleck, Cabanha Gravatá, Gravataí/RS

Ginete: Fábio Teixeira da Silveira

Nota: 20,783

3º Lugar

Festejo 1061 Maufer, filho de Capanegra Jacarta e Capanegra Alegria; criador e expositor Maurício e Fernando Lampert Weiand, Cabanha Maufer, Cruzeiro do Sul/RS

Ginete: Nei Eduardo Rodrigues Lima

Nota: 19,866

4º Lugar

Butiá Ventania, filho de Santa Elba Comediante e Butiá Eclipse; criador Sementes e Cabanha Butiá Ltda e expositor Juliano Brusco e Marcelo Timm, Cabanha Santa Cecília e Jaciretã, Passo Fundo/RS

Ginete: Marcelo Bertagnolli

Nota: 18,302

Texto: Douglas Saraiva/ABCCC

Fotos: Felipe Ulbrich/ABCCC/Divulgação

#freiodeouro #cavalocrioulo #abccc #patobranco #paraná #destaquedamaior #xalanadoscastanheiros