• AgroEffective/Federarroz

Asiáticos buscam autossuficiência na produção de arroz


O cenário internacional para a produção de arroz abriu a tarde de palestras no segundo dia da 25ª edição da Abertura Oficial da Colheita do Arroz, que ocorre no Parque de Exposições do Sindicato Rural de Tapes (RS). O pesquisador do Centro de Cooperação Internacional em Pesquisa Agronômica para o Desenvolvimento (Cirad), Patrício Mendez Del Villar falou sobre o Mercado Internacional e Qualidades do Arroz Brasileiro durante o Fórum Técnico Comercial do evento. O palestrante apresentou números relativos ao mercado mundial do arroz. De acordo com Del Villar, mostrou que desde os anos 1990 o comércio mundial tem crescido 6% ao ano e que o continente asiático é responsável por 75% da demanda mundial do grão. Mesmo assim, a China continua na liderança da produção global, com 141 milhões de toneladas produzidas. O Brasil só aparece em nono lugar neste ranking. Um alerta deixado pelo especialista foi em relação à oferta e demanda do arroz. Enquanto a produção mundial ficou próxima às 500 milhões de toneladas, o consumo ficou 1% acima do que foi produzido. Outra lembrança apresentada por Del Villar foi a de que os países asiáticos estão adotando uma mudança nas políticas de produção. A ideia das nações do continente é buscar autonomia na produção do grão. "Os países asiáticos estão reduzindo as importações e procurando a autossuficiência", confirma. As exportações mundiais giram em torno de 40 milhões de toneladas anuais, com a Tailândia ainda na liderança deste segmento. O país asiático chegou a ter uma queda no mercado entre 2011 e 2013 após a retirada de subsídios e teve um decréscimo de 30% no volume, retomando no ano passado e ultrapassando novamente as 10 milhões de toneladas. Del Villar explica que a relação entre compradores e vendedores tem se modificado. "Foi criada uma postura após a crise, com exportadores criando novas políticas comerciais e importadores dando incentivo para o crescimento da produção de cada país", observa. A expectativa do pesquisador do Cirad é que nos próximos 20 anos o volume de exportação dobre e chegue a 80 milhões de toneladas. A 25ª edição da Abertura Oficial da Colheita do Arroz tem o tema "Cesta básica garantida com renda no campo comprometida" e é organizada pela Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul (Federarroz) com a Associação de Arrozeiros de Tapes. Foto: Flávio Burin/Federarroz/Divulgação

#federarroz #arroz #abertura #colheita #tapes #patríciomendezdelvillar #mercado

RELEASES

  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco
  • LinkedIn - Círculo Branco
  • SoundCloud - Círculo Branco
  • Spotify - Círculo Branco