• AgroEffective/Federarroz

Programa de comercialização do arroz na bolsa é aprovado por arrozeiros


A Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul (Federarroz) recebe com otimismo a novidade lançada pela Bolsa Brasileira de Mercadorias (BBM) que passará a realizar leilões privados do grão em casca por meio de pregão eletrônico. Denominado Arroz na Bolsa, o programa foi apresentado nesta segunda-feira, 31 de agosto, no Parque de Exposições Assis Brsil, em Esteio.

A assinatura do termo de cooperação técnica ocorreu na Expointer e, além das duas instituições, também assinaram o convênio o Instituto Riograndense do Arroz (Irga), Emater/RS, banco e corretora Banrisul. O propósito dos envolvidos com o programa é facilitar a comercialização do produto e ampliar a abrangência da oferta.

Para o presidente da Federarroz, Henrique Dornelles, trata-se de uma iniciativa extremamente nobre no quesito comercialização. "Dessa forma damos um passo maior na profissionalização do setor, ampliando a oferta dos arrozeiros e concentrando em uma única vitrine vários produtores ofertando seus produtos de forma ordenada", explica.

O dirigente também destaca que o leilão público será benéfico para o mercado do setor, sendo fonte sistemática de indicadores e patamares de preço do produto.

#Federarroz #Arroz #Bolsa #Comercialização #BBM #Expointer