top of page
  • Foto do escritorAgroEffective

Arena digital abre com foco em apresentar iniciativas inovadoras


Uma das principais novidades desta 34ª edição da Abertura Oficial da Colheita do Arroz e Grãos em Terras Baixas, a Arena Digital, foi aberta oficialmente, na manhã desta quarta, 21 de fevereiro, na sede da Estação Experimental da Embrapa Clima Temperado, em Capão do Leão (RS). Participaram os secretários estaduais da Agricultura, Pecuária, Produção Sustentável e Irrigação, Giovani Feltes, e de Inovação, Ciência e Tecnologia, Simone Stülp, além do superintendente de Inovação da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), Vinicius Farias, e o coordenador do Inova RS Região Sul e diretor do Oceantec Parque Tecnológico, Artur Gibbon.


O chefe-geral da Embrapa Pelotas, Waldir Stumpf Junior, e o presidente da Federarroz, Alexandre Velho, anfitriões da Abertura da Colheita, deram as boas vindas aos participantes. Stumpf afirmou que o espaço destinado à difusão de iniciativas e soluções inovadoras ao agronegócio tem tudo a ver com a missão da Embrapa, que há mais de 50 anos busca soluções aos sistemas de produção de terras baixas. Já o presidente da Federarroz, Alexandre Velho, salientou que nos três dias de programação serão apresentadas aos produtores as ferramentas necessárias para se manter na atividade agrícola.


O secretário Giovani Feltes destacou, por sua vez, a iniciativa dos organizadores em idealizar um espaço que busca a difusão de conhecimentos e cria condições para a divulgação de novas ideias ao setor do agronegócio. “Nós temos uma fronteira ainda a ser desbravada e a experiência acumulada de instituições como o Irga, Senar e Embrapa que, junto com os produtores e entidades que lideram estes setores produtivos, produzem ao longo do tempo. Ao Rio Grande do Sul cabe ser um sustentáculo para isso com programas que, minimamente, se não podem colaborar, ao menos procurem não atrapalhar”, ressaltou.


A secretária Simone Stülp destacou a importância da abertura de espaços como o da Arena Digital em eventos tradicionais como a Abertura da Colheita do Arroz e Grãos em Terras Baixas, além da Fenamilho e Expointer, em que são discutidas a inovação e a tecnologia. Segundo ela, a secretaria tem o dever de aproximar os diferentes atores que trabalham a produção de conhecimento voltado ao agronegócio, como universidades e unidades da Embrapa. “Quando se fala em inovação é para que o desenvolvimento econômico e social possa acontecer”, ressalta.


A 34ª Abertura Oficial da Colheita do Arroz e Grãos em Terras Baixas é uma realização da Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul (Federarroz) e correalização da Embrapa e do Senar, com patrocínio Premium do Instituto Riograndense do Arroz (Irga) e do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa). Informações e inscrições gratuitas podem ser obtidas pelo site colheitadoarroz.com.br.


Foto: Carlos Queiroz/Divulgação


Comentarios


bottom of page