top of page
  • Foto do escritorAgroEffective

Crise na pecuária gaúcha será debatida em série de eventos virtuais


A crise na pecuária do Rio Grande do Sul será tema de quatro eventos virtuais especiais ao longo do mês de setembro. O Instituto Desenvolve Pecuária trará especialistas em seu canal do YouTube para discutir o assunto em uma série intitulada "SOS Pecuária Gaúcha". Serão oito convidados, dois por cada evento, que discutirão o momento do setor.


Conforme o presidente do Instituto Desenvolve Pecuária, Luís Felipe Barros, o objetivo do evento é lançar luz sobre essa crise para entender até que ponto é um ciclo que busca a reversão de excesso de fêmeas, retenção de matrizes e, portanto, mais animais no pasto e menor liquidez, ou se essa crise, efetivamente, ela está ocorrendo na conjunção do ciclo com o excesso de carne que vem de fora do Estado, já que 55% da carne consumida pelos gaúchos são de outros Estados da federação. "É carne que cai direto na prateleira, na gôndola, vinda de outros Estados. Isso gera um reflexo gigante, porque se deixa de abater 55% de animais que poderiam ser abatidos, e não estão sendo feitos. Isso gera ociosidade, gera muitos outros animais, isso impacta na reversão do ciclo, obviamente", destaca.


A ideia, conforme o dirigente, é entender até que ponto vai a reversão do ciclo. "O movimento de alta, ou se esse excesso de carne no varejo vai manter essa baixa especificadamente aqui na Estado, tendo em vista que toda essa carne que vem de outros Estados como Rondônia, Pará, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, São Paulo, e Minas Gerais. Portanto, se a gente não discutir isso, não vamos ter uma visão clara de quando essa crise vai terminar, porque não é apenas o fim de um ciclo. E outra, será que se o ciclo acabar e faltar, diminuir o número de animais, o que geraria a suba do preço, será que não vai abrir mais espaço para carne de fora entrar nas gôndolas das prateleiras? Então temos de discutir, temos que dialogar, temos de propor as soluções", explica.


A primeira live ocorre no dia 5 de setembro e terá como convidados o coordenador do Nespro/Ufrgs, Júlio Barcellos, e o agropecuarista Fernando Costabeber, da Pulquéria, de São Sepé (RS). No dia 11 de setembro, será a vez do pesquisador da Embrapa Pecuária Sul, Danilo Santana, e do presidente da Comissão de Relacionamento com o Mercado da entidade, Ivan Faria. No dia 21 de setembro o evento tem como convidados o consultor da Farsul, José Fernando Piva Lobato, e o diretor da GAP Genética de Uruguaiana (RS), João Paulo Schneider. Fechando o ciclo, participam no dia 25 de setembro o economista da Farsul, Antônio da Luz, e o presidente do Desenvolve Pecuária, Luís Felipe Barros. As lives iniciam sempre às 19h no canal da entidade www.youtube.com/desenvolvepecuária.


Foto: Eduardo Marcanth Rosso/Divulgação

Comments


bottom of page