top of page
  • Foto do escritorAgroEffective

Exposição Mancha Crioula revela expoentes bragados, oveiros e tobianos da raça


Animais de toda a região Sul e também de outros Estados são esperados para a Exposição Mancha Crioula. O evento, que além de avaliação morfológica recebe uma Concentração de Machos e o tradicional leilão, será realizado nos dias 9, 10 e 11 de fevereiro, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio (RS).


Organizada pela Trajano Silva Remates, a exposição, que está em sua 11ª edição, terá a admissão dos tobianos, bragados e oveiros inscritos sendo realizada na tarde do dia 10, sexta-feira. Ainda pela manhã, será realizada a Concentração de Machos. Neste mesmo dia, a partir das 20h, sob o martelo do leiloeiro e diretor da Trajano Silva, Marcelo Silva, ocorre a 20ª edição do Leilão Mancha Crioula.


A avaliação morfológica dos manchados acontece no sábado, dia 11. O jurado convidado é Carlos Silva Loureiro de Souza, o Caco. A ele caberá conferir aprumos, volume, adornos, linha superior, garupa e outros critérios que conferem selo racial para um cavalo crioulo. Ele conta que já julgou algumas edições onde expoentes da raça se apresentam e novos surgem. “A expectativa é muito boa e sempre se tem muita qualidade”, avaliou. O jurado também falou sobre a qualidade das ofertas do leilão, que melhora ano a ano, tornando este um dos leilões balizadores do ano.


A Trajano Silva Remates já definiu a oferta para o leilão com 31 lotes, avaliada como a melhor dentre os 20 anos de realização do certame. Já para a Exposição, ainda há vagas e as inscrições poderão ser feitas até o dia 6 de fevereiro. São esperados cerca de 120 participantes. O técnico convidado para a Exposição é Felipe Maciel e para a Concentração de Machos é Rouget Wrege. Ambos são técnicos credenciados da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC). Tanto o leilão quanto a exposição terão transmissão ao vivo pelo canal da Trajano Web, no YouTube.


Foto: Fagner Almeida/Divulgação

コメント


bottom of page