top of page
  • Foto do escritorAgroEffective

Final Nacional da Paleteada promete disputa acirrada em Esteio


Nesta semana a Arena do Cavalo Crioulo no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio (RS), vai receber mais uma final de ciclo da raça. Agora é a vez da Nacional de Paleteada, promovida pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC), que definirá seus campeões de 2023. E a promessa é de uma disputa muito acirrada durante os dias que compõem a decisão.


Conforme o coordenador da Subcomissão de Paleteada da ABCCC, Aidro Lazzari Vieira, o ciclo foi o maior da história, com 5,3 mil participações, na qual se classificaram 150 duplas para a Força A e 50 para a Força B que irão decidir os títulos no palco do Cavalo Crioulo. "A final é uma prova pesada, muito competitiva, até mesmo porque são quatro dias de disputa onde se corre todos os dias. Os competidores acabam preparando bem os animais para chegarem bem na condição de uma prova com um grande tempo, de uma semana praticamente", destaca.


Vieira reforça também que os competidores cada vez mais se preparam para disputar o ciclo, principalmente na escolha das duplas de cavalos e de animais que fazem força igualmente no gado, sem reações, para que as notas sejam maiores. "O perfil hoje dos paleteadores são de diversas classes sociais, pega desde o dono de estância até o capataz, o empresário, o pessoal que trabalha na indústria. Temos competidores em diversas regiões do país. Hoje temos duplas finalistas do Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina. Para o próximo ciclo já existem provas marcadas até no próprio Mato Grosso do Sul. A paleteada está ultrapassando fronteiras", observa.


O coordenador da Subcomissão salienta ainda que a modalidade vem crescendo cada vez mais. "Hoje, acredito que dentro das modalidades esportivas da ABCCC, é a prova que mais cresce, com o maior número de competidores. E também o perfil vem mudando, pois existem profissionais do cavalo, muitos centros de treinamento voltados especificamente para Paleteada, isso faz com que o esporte cada vez mais tenha uma competitividade e acaba ficando uma disputa linda, com duplas muito bem afinadas", frisa.


Vieira ressalta também que a Paleteada acaba fomentando um comércio muito grande de animais. "Acredito que seja um canal também de uma genética que busca cada vez mais animais vaqueiros, justamente para a prova, já que hoje existe um mercado bem firme para esses cavalos", complementa.


Confira a programação


11 de outubro de 2023 (Quarta-feira)

08h – Início da Paleteada Força A (4 baterias)

Sequência – Intervalo

Sequência – Continuação da Paleteada Força A (2 baterias)

Sequência – Início da Paleteada Força B (2 baterias)


12 de outubro de 2023 (Quinta-feira)

08h – Início da Paleteada Força A (4 baterias)

Sequência – Intervalo

Sequência – Continuação da Paleteada Força A (2 baterias)

Sequência – Início da Paleteada Força B (2 baterias)


13 de outubro de 2023 (Sexta-feira)

08h – Início da Paleteada Força A (4 baterias)

Sequência – Intervalo

Sequência – Continuação da Paleteada Força A (2 baterias)

Sequência – Início da Paleteada Força B (2 baterias)


14 de outubro de 2023 (Sábado)

08h - Fase Final Paleteada Força B (entrega de prêmios)

13h - Fase Final da Paleteada Força A (entrega de prêmios)

19h – Jantar de confraternização e Entrega de Prêmios


Foto: Maurício Vinhas/Divulgação

Comments


bottom of page