top of page
  • Foto do escritorAgroEffective

Noz pecan volta a ser destaque na vitrine da Expointer


O Instituto Brasileiro de Pecanicultura (IBPecan) se prepara para mais uma Expointer, principal feira do agronegócio da América Latina, que ocorrerá de 26 de agosto a 3 de setembro, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio (RS). Como na edição do ano passado, o evento será novamente uma vitrine para o setor. O estande da entidade fica localizado no pavilhão internacional onde é divulgada a produção e comercializados os produtos com pecan, como pecantones, alfajores, pastas, nozes com diversos sabores, cremes e sucos. Também estarão presentes no local, durante o evento, as lideranças do IBPecan.


O presidente da entidade, Eduardo Basso, destaca algumas atividades previstas para se realizarem ao longo desta Expointer. Uma delas é um encontro com os diretores da ApexBrasil, Agência Brasileira de Promoção de Exportação e Investimentos. “O nosso objetivo com esta ação é construir em conjunto com a Agência um projeto de exportação de nozes pecan do Brasil”, informa, colocando como também muito importante o debate sobre a abertura do mercado chinês e a divulgação dos produtos no exterior.


Outro encontro relevante, citado por Basso, é com representantes do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa), quando o tema mercado da China voltará ao debate, assim como o apoio ao projeto Pecan 2030 que conta com a parceria da Embrapa. O projeto busca identificar e superar os desafios para que o setor se torne ainda mais competitivo, com vistas ao mercado interno e à conquista de novos espaços no mercado internacional. “Essa aproximação com as autoridades é fundamental para mostrarmos a realidade do nosso setor”, enfatiza o dirigente.


O IBPecan também está prevendo para a Expointer 2023 uma ação com técnicos da Emater/RS para a divulgação de tecnologias e formas de qualificar a gestão dos produtores de noz pecan em suas propriedades. “Os associados estão convidados para participar do estande e conversar com os técnicos”, reforça Eduardo Basso.

O Instituto Brasileiro de Pecanicultura (IBPecan) foi fundado em outubro de 2018 por vários produtores de nogueira-pecan do Sul do país. É uma associação sem fins lucrativos que tem por objetivo orientar, promover e estimular a produção, comercialização e consumo da noz pecan. Isso é realizado por meio de eventos, cursos e parcerias com instituições públicas e privadas.


O IBPecan é constituído por pessoas físicas e jurídicas que se dedicam ao cultivo, produção, beneficiamento, industrialização e comercialização da noz pecan. Defende os interesses coletivos de seus associados, zelando pela ética no desenvolvimento de suas atividades, realizando a divulgação de leis, portarias e informações técnicas da pecanicultura.


O Instituto possui atualmente mais de 100 associados que representam um terço da área cultivada nos três Estados do sul do país. A maioria das indústrias beneficiadoras são parceiras do IBPecan.

Comments


bottom of page