top of page
  • Foto do escritorAgroEffective

Vitrines tecnológicas se destacam pelo número de visitantes


Os dias de visitas às vitrines tecnológicas da 33ª Abertura Oficial da Colheita do Arroz e Grãos em Terra Baixas, em Capão do Leão (RS) contaram com um público recorde. Ainda pela manhã do segundo dia, foi registrado um fluxo superior ao do primeiro dia, quando as marcas ultrapassaram as 4 mil pessoas. Ao todo, 34 instituições e empresas participam com inovações em cultivares, defensivos agrícolas, tecnologias de aplicação, aviação agrícola, pastagens, fertilizantes e irrigação.


Um dos expositores, a Embrapa Clima Temperado preparou aos visitantes, a apresentação de tecnologias que têm sido pesquisadas há algum tempo. O pesquisador da Embrapa Clima Temperado, Giovani Theisen, lembra que a empresa persegue o conceito multissafras com a denominação de diversificação de cultivos há 50 anos. Segundo ele, na década de 1970 já era feita experimentação com soja na região de Camaquã e Piratini, com produtividades que hoje estão sendo colhidas em Terras Baixas. “A tecnologia do sulco camaleão que aqui está sendo exposta, nosso colega começou em 1994, adaptando o que é feito nos Estados Unidos, e sempre foi uma pauta que se perseguiu”, conta. Já com relação à programação de palestras, Thiesen destaca o tema desenvolvido por outro colega pesquisador sobre a produção de energia nas propriedades rurais como um novo produto, assim como o arroz. Para o futuro, ele adianta que já estão sendo estudadas sementes que possam se adaptar ao rigor e dificuldades do clima, como cultivares de arroz que possam tolerar excesso de calor na fase de florescimento.


O diretor técnico da Federarroz, André Matos, citou a participação de pessoas de fora do Rio Grande do Sul, bem como as oriundas de outros países, como ponto alto das vitrines. “Destaque também é a questão da complexidade do produtor multissafras abordada à exaustão em todas as vitrines, todas as empresas abordando não só o arroz, mas todas as culturas que compõem o sistema produtivo”, conta.


A 33º Abertura Oficial da Colheita de Arroz e Grãos em Terras Baixas é uma realização da Federarroz, com a correalização da Embrapa e Senar/RS e patrocínio Premium do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e do Irga.


Foto: Carlos Queiroz/Divulgação

Comments


bottom of page